Open Insurance traz desafios e oportunidades para o mercado brasileiro de seguros 1011

Open Insurance traz desafios e oportunidades para o mercado brasileiro de seguros / Reprodução

Prazos e falta de discussão sobre a implementação da novidade estão entre obstáculos a serem enfrentados pelo ecossistema

Quais serão os impactos do Open Insurance para os stakeholders do mercado segurador? Essa é uma questão desafiadora, dado o prazo de implementação da novidade – até a metade de 2023. Por isso, a Capgemini reuniu seu time de especialistas e contou com a presença de Fabio Dragone, Diretor de Digital Inovação, CRM e CX do Grupo Bradesco Seguros, para abordar a jornada de transformação e de oportunidades para o setor diante deste cenário em um webinar, no começo de setembro.

Dragone destacou que ainda é preciso haver maior compreensão sobre diversos pontos da implementação do Open Insurance. “Algumas coisas estão um pouco atropeladas nesse processo. É preciso compreender o que seria a seleção diversa, seleção de riscos, os exemplos geralmente estão relacionados ao Open Banking e também existe concorrência com outras demandas legais de modernização do mercado, como o Sistema de Registro de Operações (SRO) – que demanda muito esforço de diversas áreas das seguradoras. Claro que inovação sempre vem para o bem e uma coisa está relacionada com a outra, mas o prazo certamente traz um risco para a implementação”, disse o especialista.

Fabio Dragone é Diretor de Digital Inovação, CRM e CX do Grupo Bradesco Seguros / Reprodução
Fabio Dragone é Diretor de Digital Inovação, CRM e CX do Grupo Bradesco Seguros / Reprodução

O Brasil é o primeiro país do mundo a regulamentar o Open Insurance, mas – ainda assim -, o mercado carece de muitas discussões sobre a implementação do modelo que será utilizado pelo Sistema Aberto de Seguros.

Fabio Dragone enfatizou que o cliente será o maior beneficiado pela novidade. “O cliente será o maior beneficiado. O mercado busca eficiência para reduzir custos e melhorar processos. É claro que isso tudo passa por quais dados o cliente está disposto a compartilhar e quais benefícios serão oferecidos em troca disso. Ou seja. O cliente será ainda mais empoderado, o que casa muito bem com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que veio para organizar muito melhor esses dados e regulamentar esse processo”, comentou. O especialista também reforçou a visão da Bradesco Seguros em apostar nos profissionais da corretagem. “A companhia acredita muito, já pratica e quer acelerar ainda mais o atendimento ao cliente da forma como ele deseja. Existem diversas gerações de clientes e o futuro passará pela digi intermediação, onde são mescladas a conveniência do universo digital com a consultoria dos corretores. A tecnologia traz facilidades para todos os envolvidos no processo e, com a distribuição de seguros, não é diferente. Por isso é importante termos o corretor de seguros cada vez mais capacitado e que tenha tecnologia à disposição para que trabalhe na oferta dos melhores negócios para eles, para os clientes e para a seguradora”, acrescentou.

Gustavo Leança, Head de Soluções de Seguros da Capgemini, demonstrou o potencial disruptivo da chegada do Open Insurance. “Do ponto de vista regulatório, a novidade trata-se do compartilhamento personalizado de dados e serviços por meio da abertura e integração de sistemas (APIs) no âmbito dos mercados de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização”, afirmou ao citar a Resolução do Conselho Nacional de Seguros e Previdência (CNSP) 415. “Para as empresas é um novo ambiente competitivo, altamente baseado em dados e, inclusive, com novos participantes, como as Sociedades Iniciadoras de Serviços de Seguros, por exemplo”, projetou.

Leança acredita que o ponto central está na hiperpersonalização das soluções e na monetização de conhecimento. “É um ambiente competitivo para o mercado, com decisões direcionadas por dados, mas que trazem maior conhecimento em relação aos clientes, melhoria nos processos. Os canais de distribuição precisam de tecnologia e as insurtechs encontrarão um ambiente mais colaborativo, com maior acesso à dados (para quem estiver no processo de Sandbox, por exemplo)”, justificou ao apresentar exemplos mundiais de novidades relacionadas a serviços, formação de marketplaces e até mesmo à saúde financeira dos clientes que foram implementadas com o Open Banking na Europa e no Reino Unido.

“Serviços, monetização e inovação tem os dados como matéria prima, mas também existem desafios relacionados aos legados antigos, base de dados redundantes, cadastros com baixa qualidade e dificuldade de comunicação com o cliente”, citou o Head de Soluções de Seguros da Capgemini ao demonstrar as oportunidades para o mercado brasileiro.

Gustavo Leança, Head de Soluções de Seguros da Capgemini; e Bernardo Caldeira, Gerente de Soluções Digitais da Capgemini / Reprodução
Gustavo Leança, Head de Soluções de Seguros da Capgemini; e Bernardo Caldeira, Gerente de Soluções Digitais da Capgemini / Reprodução

Já Bernardo Caldeira, Gerente de Soluções Digitais da Capgemini, demonstrou que as iniciativas de dados têm potencial de valor crescente ao recapitular a evolução da utilização de dados para tomada de decisões. “É possível simular, prevenir e otimizar com a análise prescritiva. Por isso, é preciso conectar a engenharia de dados e a fundação das plataformas com consultoria em gestão, além do uso de ciência de dados e inteligência artificial para que todo o potencial desses dados seja utilizado”, complementou ao demonstrar os pilares para implementação dos projetos de Open Insurance – que passam por diversas questões, como a estruturação do sistema, arquitetura em nuvem e escalável e visualização de dados consistentes para realização de análises, por exemplo.

Além disso, o momento contou com uma mesa redonda sobre o tema – que além de Leança e Dragone, também contou com a participação de Cauê Moresi, Head de Insights & Data da Capgemini, e Silvio Dantas, Diretor e Head do AIE Brasil da Capgemini. “Precisamos trabalhar em uma transformação de dados”, resumiu Gustavo Leança. Neste sentido, Moresi traçou um breve panorama do que é praticado atualmente no mercado, enquanto que, Dantas falou sobre a preparação do cenário para a implementação do tratamento de dados nas companhias.

Porto Seguro lança Seguro de Vida Individual acessível e 100% digital 283

Porto Seguro lança Seguro de Vida Individual acessível e 100% digital

Vida ON tem jornada de contratação simplificada e benefícios para serem aproveitados em vida

Atenta às necessidades do público super conectado que busca soluções cada vez mais simples, confiáveis e eficientes, a Porto Seguro lança o Vida ON, um seguro de vida acessível e com uma jornada de contratação 100% digital. Por meio do link de vendas online do corretor ou do próprio site da Porto, o cliente consegue fazer a adesão em poucos minutos. As contratações podem ser realizadas a partir de R$ 9,26 mensais, podendo variar de acordo com a idade e as opções de cobertura.

O produto é voltado para o público que ainda não tem seguro de vida e busca uma proteção inicial simplificada, em especial os jovens entre 20 e 35 anos. Além das coberturas para falecimento, que incluem Assistência Funeral Individual ou Familiar (cônjuge e descendentes), os segurados que contratam o Vida ON contam, ainda, com coberturas que podem ser utilizadas em vida, como Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente.

“O Seguro de Vida é um item essencial para todos, pois garante um futuro mais confortável para as pessoas que o contratam. Por isso, aqui na Porto Seguro nós acreditamos que ele deve ser acessível. Além do mais, trouxemos inovações para que o seguro proporcione às pessoas benefícios para aproveitar em vida, em adição à proteção financeira”, resume Carlos Eduardo Gondim, diretor de Vida e Previdência da Porto Seguro. “E é neste sentido que lançamos o Vida ON. Queremos ser cada vez mais um Porto Seguro na vida das pessoas, inclusive daquelas que estão começando a sua vida profissional agora e desejam contar com uma proteção para o seu futuro, tudo isso através de uma experiência simples, ágil e com contratação totalmente digital”, complementa.

O Vida ON é um produto para entrada de novos clientes e conta com uma cobertura simples, mas que oferece muitas vantagens para os contratantes. Além das coberturas mencionadas, serão oferecidos, ainda, dois benefícios exclusivos que só Quem tem Porto, Tem. Os segurados vão poder escolher entre um ano de serviços de telemedicina, com orientação médica à distância feita por profissionais da saúde, 24 horas por dia, 7 dias por semana, por meio de videochamada; seguro Viagem por 10 dias em território nacional, garantindo uma experiência mais tranquila com garantia de proteção nos momentos de imprevistos; e quatro reparos domésticos para serviços residenciais, que inclui chaveiro, consertos hidráulicos e elétricos, com a qualidade dos serviços da Porto Seguro.

Além de todas essas facilidades, o processo de contratação passa a ser mais ágil e 100% digital. Os corretores poderão criar o seu link de vendas por meio do Corretor Online, conforme instruções disponíveis neste endereço. A comissão de venda para será de 5%, enviada ao corretor automaticamente após a venda. Para as adesões via site da Porto, apólice será atribuída a um corretor conforme critérios da companhia, gerando, desta forma, o comissionamento.

Para mais informações sobre o Vida ON, acesse este endereço.

Plano de previdência complementar Prevcom Multi pode ser acessado via aplicativo móvel 389

Plano de previdência complementar Prevcom Multi pode ser acessado via aplicativo móvel

Servidores das prefeituras que integram o sistema multipatrocinado podem baixar ferramenta através das lojas do Android e do iOS

A Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (Prevcom) desenvolveu um aplicativo móvel (APP) para os participantes do plano multipatrocinado Prevcom Multi. A partir de agora os funcionários inscritos neste sistema previdenciário podem consultar saldo, rentabilidade, benefícios de risco e emitir boletos para contribuição facultativa pelo celular.

A nova ferramenta de acesso está disponível para os servidores das prefeituras dos municípios de Birigui, Guarulhos, Jales, Louveira, Osasco, Ribeirão Preto e Santa Fé do Sul que integram o plano gerenciado pela instituição. Para isto, basta baixar o aplicativo utilizando o App Store e o Google Play. A Prevcom planeja agregar em breve serviços adicionais a esta plataforma interativa.

A Prevcom é uma fundação sem fins lucrativos responsável pela administração de um patrimônio de mais de R$ 2 bilhões dos planos de previdência complementar exclusivos dos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e da prefeitura de São Paulo além dos benefícios previdenciários dos 7 municípios que integram o Prevcom Multi.

Icatu lança o Raio X, ferramenta voltada aos corretores parceiros para suporte nas vendas de Seguro de Vida 499

Luciana Bastos é diretora de produtos de Vida da Icatu / Divulgação

Simulador identifica as necessidades do cliente e indica a proteção ideal para cada perfil


Para auxiliar o corretor parceiro a realizar um diagnóstico assertivo das necessidades dos seus clientes e, assim, aumentar a eficiência da venda, a Icatu lança o Raio X: uma nova ferramenta que visa facilitar a análise dos corretores para a indicação das coberturas adequadas ao perfil do cliente, auxiliando, assim, em seu planejamento financeiro. O acesso é simples e pode ser feito por computador ou smartphone, diretamente pelo banner em destaque na Casa do Corretor, da Icatu.

Segundo Luciana Bastos, diretora de Produtos de Vida da Icatu, muitas pessoas possuem dúvidas na hora de comprar um seguro. “É um produto de muitas características, seja para definir o capital segurado ou para escolher as coberturas adequadas, o que tem que estar alinhado ao momento de vida do cliente”, explica. “Isso, consequentemente, pode fazer com que os clientes optem pela compra de outros produtos que podem lhe dar um retorno instantâneo, o que significa um desafio para as seguradoras na conscientização do seguro de vida como uma necessidade e um item muito importante dentro do planejamento financeiro”, pontua.

Diante desse contexto, o Raio X permite ao corretor prestar um serviço personalizado, que poderá conscientizar o cliente sobre sua necessidade de proteção, com o apoio da Icatu. “Queremos quebrar a barreira de entendimento do produto”, enfatiza Luciana. “Apesar dos meios digitais, que facilitaram a contratação, o seguro de vida é um produto de venda consultiva, o que reforça a importância da figura do corretor no momento da escolha”, afirma. “Com o Raio X, o cliente poderá entender de forma simples e personalizada todas as suas necessidades de proteção. Já o corretor vai aumentar a eficiência de venda, através de atuação cada vez mais consultiva”, completa a diretora.

O Raio X funciona como um simulador, a partir das informações pessoais de cada cliente como ano de aposentadoria, dependentes, informações profissionais, despesas mensais e patrimônio. Após o preenchimento de todos os campos, a ferramenta processa as informações apuradas e gera automaticamente um diagnóstico de proteção personalizado para compartilhar com o cliente. “Queremos auxiliar o corretor no discurso de vendas, otimizando o tempo de pesquisa e análise do perfil do cliente, através de uma plataforma prática, detalhada e totalmente automatizada”, afirma Guilherme Hinrichsen, vice-presidente comercial da Icatu em São Paulo.

Hoje, a Icatu conta com um portfólio completo em Vida, com produtos diversificados como o Essencial, Horizonte e Equilíbrio, em Vida Individual, que conseguem atender diferentes perfis de clientes, todos com uma jornada 100% digital, trazendo a autonomia necessária para a venda e gestão da sua carteira. No segmento empresarial, o portfólio da seguradora contempla a solução Icatu Vida PME, para pequenas e médias empresas. “Além das melhorias em experiência, nas ferramentas e nas jornadas de cliente e corretor, a Icatu vem investindo constantemente nos portfólios de produtos, para atender diferentes perfis de clientes e ampliar a oferta dos nossos corretores parceiros”, conclui o executivo.

Clube dos Seguradores da Bahia recebe executivo da Suhai Seguradora 304

Robson Tricarico é diretor comercial da Suhai Seguradora / Divulgação

Evento online traz seguradora para contar sobre mudanças de hábitos provocados pela pandemia

No dia 30 de setembro, às 19h, o evento “Confraria do Clube do Segurador da Bahia”, receberá o Diretor Comercial da Suhai Seguradora, Robson Tricarico. O painel debaterá as ações da empresa para combater as mudanças de hábitos provocadas pela pandemia, como por exemplo a queda na procura por seguros, insegurança financeira dos clientes, entre outras questões.

De acordo com Tricarico, a Suhai possui como propósito e posicionamento junto aos seus mais de 30 mil parceiros em todo Brasil, não só de identificar as oportunidades que o mercado apresenta, mas também ajudar o corretor a se beneficiar destas oportunidades para incremento de novos negócios.

Durante o evento o diretor falará sobre a criação do estúdio de alta tecnologia e o departamento de marketing exclusivo para criação de conteúdos e ferramentas gratuitas para ajudar o corretor a capturar leads nas redes sociais, realizar parcerias com estabelecimentos comerciais e criar projetos de worksite, além de ações de crosseling de suas carteiras de outros produtos.

Serviço

Clube dos Seguradores da Bahia
Data: 30 de setembro de 2021
Horário: a partir das 19h

Liberty Seguros anuncia Daniela Bouissou como nova Diretora de Transformação 395

Daniela Bouissou é Diretora de Transformação da Liberty Seguros / Divulgação

Executiva é graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais e tem MBA na Universidade de Stanford

A Liberty Seguros apresenta hoje a nova Diretora de Transformação da companhia, Daniela Bouissou. A executiva assume o antigo cargo de Patricia Chacon, CEO da seguradora, para liderar as áreas de transformação da companhia, que inclui marketing, estratégia, CX e digital.

“É com muita alegria que me junto ao time forte e preparado do Grupo Liberty Brasil, que contribuiu para a entrega de excelentes resultados nos últimos anos. Essas conquistas são fruto de um foco incansável na experiência dos clientes, corretores e colaboradores, com a qual também me comprometerei. Com toda a experiência que acumulei de desafios passados, pretendo agregar para continuar a inovar e surpreender os públicos da companhia, com jornadas fluidas e produtos e serviços que atendam às suas necessidades – sempre apoiando a adoção do digital”, explica Daniela.

Daniela é graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais e tem MBA na Universidade de Stanford. Durante sua carreira, foi fazendo sua transição para assumir grandes desafios em várias empresas de seguros. Anteriormente, a executiva foi responsável pela área de Relações Institucionais da Multicare Seguros, do Grupo Fidelidade, em Lisboa. Na companhia portuguesa em que atuava antes liderou a gestão da rede de prestadores das principais redes hospitalares e foi responsável por iniciativas de grande relevância para aumentar a produtividade e entregar melhores experiências aos clientes.

Na frente de empreendedorismo, a executiva é co-fundadora e conselheira da Boaconsulta.com, plataforma digital de agendamento de consultas, sistema de gestão clínica e telemedicina disponível desde 2012. A executiva também passou pelo Boston Consulting Group e pela Tempo Assist, onde esteve à frente das soluções de saúde, com foco na satisfação dos clientes e na eficiência de processos.

“Minha gestão seguirá os principais valores da Liberty Seguros, colocando as pessoas em primeiro lugar e utilizando metodologias ágeis de trabalho para viabilizar entregas ainda mais rápidas e precisas. A área de transformação exerce um papel fundamental para apoiar as demais equipes nessa transição, o que nos ajudará a seguir inovando cada vez mais”, complementa Daniela.