Newton Queiroz: O valor do reconhecimento 589

Newton Queiroz - Executivo Destaque Nacional

Confira artigo especial do presidente da Europ Assistance Brasil (EABR)

Desde criança aprendemos o valor do reconhecimento ao efetuar alguma tarefa/ação de forma correta. Quando damos o primeiro passo, aprendemos a falar, comer sozinho e muito mais. Sendo que, toda vez que recebemos tal reconhecimento, nos sentimos muito bem, independente do momento de nossa vida.

Durante a adolescência isso normalmente acontece em esportes para alguns, estudos para outros, artes para outro grupo de jovens, e assim por diante. E cada vez que o reconhecimento chega, é como se recebemos uma dose extra de vontade para correr atrás de objetivos pessoas e coletivos.

Basicamente, os reconhecimentos são sumamente importantes porque nos movem a querer melhorar, e fazer mais. Este fato, acaba por ter efeito importante em várias áreas no mundo do trabalho.

Pense em um jogador de futebol que está concorrendo a bola de outro e sabe que se ganhar aquele campeonato suas chances aumentam significativamente? Com certeza dará tudo que tem dentro e fora de campo (e até o que não tem, pois cria maneiras de ter força adicional). É como se alguém desse uma carga de adrenalina positiva; a qual tem grande poder de mudar/mover pessoas, times, empresas e mais.

Foto: William Anthony/JRS
Foto: William Anthony/JRS

Esta adrenalina positiva foi o que todos os concorrentes e ganhadores da 19ª edição do Troféu JRS sentiram no dia 29 de outubro de 2021. Em um evento de formato híbrido, pela primeira vez em mais de 18 meses, a indústria de seguros pode sentir essa sensação especial novamente, através dos esforços do JRS em fazer com que a cerimônia de reconhecimento acontecesse no formato híbrido; e, claro, por todo o trabalho para definir os premiados da noite.

Por muitas vezes esquecemos da importância dessas cerimonias e reconhecimentos, não só para os profissionais, mas também para a indústria de seguros. Nunca fiz um estudo em relação a reconhecimentos e desenvolvimento da indústria. Mas o que sim é fácil de se notar é que os premiados (pessoas/empresas) tendem a ter essa força extra e, por muitas vezes, os vemos, ano após ano, presentes como indicados ou premiados (e claro fazendo um trabalho positivo para o desenvolvimento da indústria).

Nossa indústria é extremamente importante para o desenvolvimento sustentável de nosso país, pois, somos a parte da indústria privada que oferece proteção contra uma grande variedade de situações. Sendo que, sem nossas ferramentas/produtos e seguros e assistências, teríamos empresas que não conseguiriam se recuperar de certos eventos, pessoas que não poderiam manter seu patrimônio após o roubo de um automóvel e muitas outras situações.

Porém, é fundamental que esse valor seja reconhecido pela sociedade e demais indústrias. Hoje, a grande maioria nos vê como um custo, enquanto, na verdade, somos um investimento protecional.

O seguro e assistência, deveriam fazer parte da “cesta básica” da família brasileira, mas para isso é preciso valorizarmos nosso trabalho e consequentemente aumentar a consciência da sociedade de nosso valor.

Portanto devemos comemorar muito os indicados/vencedores do Troféu JRS e, principalmente, agradecer a este meio de comunicação por estar sempre defendendo e divulgando nossa indústria.

Parabéns, JRS, por mais uma grande iniciativa em favor da indústria de seguros e proteção da sociedade.

Oportunidade: seguradora contrata profissionais no RS 778

Oportunidade: seguradora contrata profissionais no RS / Foto: Pexels

Vagas são para Porto Alegre e Caxias do Sul, na Serra gaúcha

Uma das maiores seguradoras em operação no Brasil está em busca de profissionais para contratar no Rio Grande do Sul. Para Porto Alegre, a companhia está com vaga em aberto para profissional interno (operacional) e duas vagas para comercial interno (gerente digital). Em Caxias do Sul, na Serra gaúcha, a empresa procura por um comercial. As oportunidades contam com remuneração e benefícios em conformidade com os postos.

Com cerca de 55 mil funcionários espalhados pelo mundo, a companhia oferece uma ampla gama de produtos e serviços de ramos elementares e de vida em mais de 215 países e territórios. A empresa atende pessoas físicas e jurídicas – de pequenas empresas a multinacionais.

Se interessou? Envie seu currículo para redacao@jrscomunicacao.com.br, que encaminharemos à seguradora solicitante.

Europ Assistance Brasil cresce 185% em atendimento 513

Amanda Ruzene é gerente executiva de qualidade da EABR / Divulgação

Adesão ao canal via WhatsApp impulsionou uso das ferramentas online disponibilizadas pela companhia

A limitação do atendimento presencial ocasionada pela pandemia e o aumento das demandas dos clientes, que precisam cada vez mais de um suporte rápido e eficiente, trouxeram ao mercado a necessidade de investimentos em canais de atendimento que ofereçam segurança e comodidade. A Europ Assistance Brasil (EABR), multinacional líder em soluções de serviços e assistências presente em mais de 200 países, vem oferecendo cada vez mais possibilidades de atendimentos por meios digitais, a fim de facilitar o dia a dia de seus clientes e a comunicação com eles.

Por conta da praticidade que esses meios oferecem, tanto pela agilidade quanto pela segurança, seu uso tem crescido de forma bastante significativa na companhia. Antes do início da pandemia, em 2019, o atendimento via canais digitais concentrava 14% do suporte prestado aos clientes. Já em 2021, esse número chegou a 40%, o que representa um crescimento de 185% no período. Atualmente, na carteira Auto 53,7% dos atendimentos são realizados por canais digitais e, na Residencial, 49,2%. Uma das principais razões para o crescimento expressivo do atendimento por meio dessas ferramentas foi a implementação do suporte via WhatsApp, que, inclusive, foi expandido em tempo recorde no início de 2020 e atualmente atende clientes dos produtos Auto, Residencial, Viagem, Saúde e Vida.

Além do site e do WhatsApp, a EABR também disponibiliza para suporte ao cliente através da Europ Virtual Agent (Eva), agente virtual com atendimento 100% digitalizado. Com o uso de inteligência artificial cognitiva, a Eva possui uma linguagem natural e alta capacidade de aprendizado a cada interação, e está disponível para suporte nos serviços Auto e Residencial.

“A busca por uma experiência positiva e eficiente no acionamento dos serviços é um dos nossos principais diferenciais e estamos comprometidos a seguir inovando e oferecendo poder de escolha para o cliente optar pelo canal que lhe for mais conveniente”, destaca Amanda Ruzene, gerente executiva de qualidade da EABR.

Por meio dos canais digitais, é possível acionar assistências como socorro 24 horas, eletricista, encanador, chaveiro, auxílio em caso de perda ou roubo de documentos e extravio de bagagem, organização de retorno antecipado, cancelamento ou interrupção de viagem e atendimento médico emergencial, entre outros.

Ao longo dos últimos anos, a EABR vem aperfeiçoando as suas ferramentas para ampliar a digitalização do atendimento, tornando a jornada de todos ainda mais ágil e eficiente. A empresa entende ser fundamental que, neste momento, seus clientes e parceiros de negócios possam contar com seus serviços a qualquer hora, em qualquer lugar.

Saiba como soluções antifraude de ponta a ponta ajudam as seguradoras 203

Luana Paganini é embaixadora da área de Seguros da Neoway / Divulgação

13,5% dos sinistros abertos foram considerados suspeitos no primeiro semestre de 2020

O Brasil figura nas listas dos países mais afetados por fraudes, e o setor de seguros é um dos mais visados. Levantamento realizado pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg) traduziu em números as ameaças que rondam as companhias. No primeiro semestre de 2020, 13,5% dos sinistros abertos foram considerados suspeitos, sendo que 15% desse total foram comprovados como fraudes, um prejuízo de R$ 329,5 milhões.

Esse contexto é agravado pela crise financeira e pelos efeitos da pandemia. Pesquisas recentes apontam o aumento no índice de fraudes digitais após a intensificação do uso da internet como plataforma de negócios. Nesse cenário, a tecnologia desponta como ferramenta indispensável para mitigar riscos, acelerar processos e melhorar a tomada de decisões no setor de seguros.

Para entender o papel dos softwares no combate a fraudes, JRS conversou com Luana Paganini, embaixadora da área de Seguros da Neoway. A empresa é líder da América Latina em soluções digitais de Big Data Analytics e de Inteligência Artificial e ajuda as seguradoras a evitar perdas por meio da análise de dados precisa e inteligente.

Confira abaixo a entrevista na íntegra:

JRS: Quais os principais tipos de fraude no setor de seguros e os impactos para as seguradoras?

Luana Paganini: As fraudes podem acontecer em vários momentos, desde a entrada do cliente até a abertura e pagamento do sinistro. Alguns exemplos são: informações incorretas na solicitação do seguro; falsos incidentes que visam a abertura dos sinistros; pedidos de indenizações por lesões não existentes ou até danos inexistentes por serviços nunca prestados. Como diz o Head de Prevenção à Fraude na Neoway, Rafael Peretti, as fraudes podem ser cometidas por todas as partes interessadas no negócio: solicitantes do seguro; o próprio segurado; terceiros que querem ser indenizados; profissionais que prestam serviços para as seguradoras; corretores de seguros; colaboradores das próprias seguradoras. Por isso, é tão importante fazer o devido monitoramento de toda a esteira de riscos. Entre os impactos sofridos pelas seguradoras, o financeiro chama muito a atenção, com prejuízos milionários no pagamento de indenizações que não deveriam ter sido pagas.

JRS: Como atuar de forma preventiva nos mais variados cenários?

L.P.: A atuação preventiva é feita em três frentes que contam com as soluções de Big Data Analytics e de Inteligência Artificial da Neoway: compliance (a partir da avaliação de critérios de conformidade de fornecedores e suas partes relacionadas, como sócios das empresas, por exemplo); onboarding (a partir da validação dos dados fornecidos pelos clientes no processo de aceitação e levantamento de possíveis riscos, por exemplo, contratação de seguros por pessoas com confirmação de falecimento na receita federal); e o sinistro (a partir do uso de tecnologia para checar a veracidade de todo o processo e criar esteiras com scores de riscos e propensões a fraudes, para diferenciar bons clientes, com baixa probabilidade de fraude, dos possíveis fraudadores. Esses fluxos são customizáveis e podem contar com etapas de validação de documentos, processos de validações biométricas, quizzes de identificação e até a inclusão de variáveis mais complexas de varredura de dados).

JRS: Dê exemplos de como funcionam essas tecnologias na prática…

L.P.: Há uma série de tecnologias que facilitam a identificação de fraudes, com destaque para a documentoscopia, capaz de detectar irregularidades em qualquer documentação, seja física ou digital. Trata-se de uma técnica que usa inteligência artificial para comparar os dados e o padrão do documento pessoal (como estilo de escrita, assinatura e até marcas de impressão e carimbo) com documentos disponíveis em órgãos públicos. Tudo isso é feito de maneira automatizada, em questão de minutos, e com alto índice de acerto.

JRS: Qual o papel da tecnologia para evitar pagamentos indevidos?

L.P.: A tecnologia tem contribuição decisiva nas análises dos pagamentos a serem feitos – ou não – após a abertura dos sinistros. Esse é um momento delicado: a seguradora precisa dar uma resposta rápida para garantir uma boa experiência do segurado, mas todas as possibilidades de fraudes devem ser consideradas minuciosamente. Havendo suspeitas de irregularidades, não basta reunir os indícios; é preciso comprová-las para justificar a recusa do pagamento do sinistro. No caso da Neoway, esse processo conta com os insights de um “score” automatizado, ou seja, uma classificação que indica a probabilidade do cometimento de fraude. Assim, utilizando inteligência de dados, as seguradoras podem validar todos os pontos que importam na análise do sinistro e tomar decisões rápidas e seguras antes de realizar os pagamentos.

JRS: Qual seria o fluxo ideal de combate à fraude no momento do sinistro?

L.P.: Nós desenvolvemos na Neoway um fluxo automatizado focado na etapa de sinistros. A partir dele, é possível compreender todo o trajeto da análise de dados e a contribuição essencial da tecnologia em cada etapa de verificação. Confira abaixo:

Divulgação
Divulgação

JRS: Para finalizar, quais os ganhos e impactos do uso da tecnologia dentro das seguradoras?

L.P.: O ganho principal é a capacidade de mitigar riscos para tomar decisões mais rápidas, precisas e seguras com base em evidências. Consequentemente, evita-se o desperdício de dinheiro com o pagamento indevido em casos fraudulentos. Além disso, a tecnologia ajuda a tornar a experiência do cliente melhor e mais fluida, eliminando burocracias como a demora no processo de aceitação. Não à toa o investimento em tecnologia cresce rapidamente no setor. Diante da forte digitalização da indústria e de uma massa de dados cada vez maior, saber usar a tecnologia para gerar conhecimento é um importante diferencial competitivo.

Saiba mais sobre as soluções antifraude da Neoway clicando aqui.

Thomas Batt é o novo presidente da AIG Brasil 1014

Thomas Batt é o novo presidente da AIG Brasil / Divulgação

Nomeação deve ser apreciada pelos órgãos competentes

A AIG Brasil anunciou hoje (02 de dezembro) a contratação de Thomas Batt para assumir a presidência da seguradora no país, sujeito às aprovações necessárias perante os órgãos competentes.

Thomas é um profissional com destacada atuação no mercado segurador do Brasil e da América Latina. Recentemente ocupava a posição de CEO na SURA Brasil. Antes disso, foi CEO da RSA Brasil, onde também ocupou as posições de Diretor de Operações, Diretor Comercial na Filial Rio de Janeiro, além de posições regionais de Diretor de Riscos e de Operações. Thomas iniciou sua carreira na Johnson Higgins/Marsh, onde exerceu diversas funções locais e internacionais.

“A vasta experiência de Thomas em desenvolvimento de produtos e canais de distribuição, somados ao seu profundo conhecimento dos canais tradicionais e affinity, seu foco em pessoas, inovação e perfil de liderança fazem dele a pessoa ideal para conduzir a AIG Brasil neste momento”, disse Paride Della Rosa, CEO da Região América Latina da AIG. “Estou muito entusiasmado em me juntar ao time da AIG neste momento importante do mercado segurador. Estou animado para trabalhar com Paride e com o excelente time da companhia, contribuindo para atender aos clientes e parceiros de negócios, ao mesmo tempo em que continuaremos a desenvolver os negócios da AIG no país e na região”, afirmou Batt.

Edson Souza, que ocupava a posição de CEO Interino da AIG Brasil desde agosto passado, conduzirá o processo de transição até que a nomeação de Thomas seja aprovada pelo órgão regulador e retomará sua função de Diretor de Produtos, onde sua experiência continua sendo fundamental não apenas para continuar apoiando o Comitê Executivo da AIG Brasil, mas também para outras iniciativas estratégicas em desenvolvimento na região LAC.

Icatu inclui cobertura de Diária por Internação Hospitalar nos produtos de Vida Individual Essencial e Horizonte 532

Luciana Bastos é diretora de produtos de Vida da Icatu / Divulgação

Cobertura contempla indenização ao segurado durante período de internação em casos de acidentes ou doenças

Desde o dia 1º de dezembro, os produtos de Vida Individual Essencial e Horizonte passaram a contar com a cobertura de Diária por Internação Hospitalar (DIH). Com a novidade, o segurado, em casos de acidente ou doença, receberá uma indenização correspondente ao valor da diária contratada, de acordo com o total de dias de internação. Para cada dia em UTI, o valor da diária será dobrado, sendo essa opção adicional na contratação do seguro. A novidade faz parte das contínuas melhorias que a Icatu vem promovendo em seu portfólio de Produtos Vida.

“A Diária por Internação Hospitalar (DIH) é uma cobertura que possibilita que o segurado não tenha custos com internação que podem comprometer o planejamento financeiro familiar, reforçando a importância do seguro frente a momentos inesperados que acontecem em vida. Ela supre custos extras que não são cobertos pelo plano de saúde, a contratação de um profissional para acompanhar o segurado durante a recuperação de uma doença, uma segunda opinião médica, além de ajudar na manutenção da renda em caso de afastamento das atividades laborativas por conta de internação”, afirma Luciana Bastos, diretora de Produtos de Vida da Icatu.

O Horizonte é um dos produtos mais flexíveis do mercado de Vida Individual e alia proteção e planejamento financeiro aos mais diversos perfis e realidades, se destacando por ser um produto de prêmio nivelado com formação de reserva que oferece possibilidade de resgate. Já o Essencial é uma solução completa, de acordo com cada perfil e necessidades de proteção, com opções de coberturas com valores de indenização independentes e três benefícios já inclusos.

A cobertura de Diária por Internação Hospitalar está disponível para contratação nesses produtos pela Casa do Corretor, ambiente virtual destinado exclusivamente para os corretores parceiros da Icatu.