5 dicas para evitar incêndios em casa nas festas de final de ano 284

Foto: Myriam Zilles / Unsplash Images

Excesso do consumo de álcool, no natal e ano novo, podem levar à distração na cozinha, além dos fogos de artifício e uso do álcool em gel no ambiente do cozimento

É difícil pensar, mas imprevistos podem acontecer dentro da nossa própria casa, por mais que nos sintamos seguros. Nosso lar pode passar por situações nada agradáveis, como furtos, roubos e até outros incidentes que trazem muito mais que prejuízo financeiro, sem falar do abalo psicológico e da insegurança tão comuns para pessoas vítimas desses acontecimentos. Mas é preciso entender que há como tentar evitá-los tomando alguns cuidados.

Uma das principais ocorrências de acidentes domésticos são incêndios. Eles acontecem devido a vários motivos e podem destruir boa parte dos bens materiais que estão na casa e a própria estrutura física do lar. A reação de cadeia que faz com que o fogo percorra pela casa inteira, destruindo tudo que encontra pela frente, é um das piores com fatores que colaboram com o alastramento do incêndio, e é por isso que se deve tomar muito cuidado.

A Touareg Seguros, corretora que atua em todo Brasil desde 2011, percebeu o aumento na contratação de seguros residenciais durante 2020, no endurecimento da pandemia. De acordo com as ocorrências registradas nos bombeiros, no estado de São Paulo: em março de 2019, foram registradas 2.560 ocorrências de incêndio em todo o Estado de São Paulo. No mesmo período deste ano foram 4.089. Nos primeiros 20 dias de abril, foram registradas 2.589 ocorrências do tipo no Estado contra 2.198 no mesmo período do ano passado – um acréscimo de 18%.

Os danos ocorridos por incêndio são grandes e, geralmente, muito caros de serem restituídos, afinal de contas não é nada barato reconstruir uma casa com danos estruturais. Devido ao fator econômico, muitas pessoas substituíram gás de cozinha por vapor de gasolina, medidas arriscadas e que acabam sendo mais uma das possibilidades de incêndio dentro de casa.

Por conta desses aumentos, André Costa, Diretor da rede Touareg Seguros, lista 5 dicas com as melhores maneiras de prevenir um incêndio em casa neste final de ano:

1 – Evite benjamim ou T

Também conhecido como o adaptador que é capaz de agrupar mais de um equipamento na mesma tomada, os benjamins ou Ts são um grande vilão dos incêndios domésticos. O problema é que, ao aumentar a potência de uma tomada, usando eletrodomésticos em um T, é perigoso. Muitas pessoas costumam colocar um benjamim conectado a outro, o que pode provocar uma queda de energia na casa inteira, superaquecimento ou um curto circuito.

Se esses eletrodomésticos recebem uma alta carga de energia, acabam esquentando o fio. E se as instalações elétricas forem antigas, há uma grande chance de pegar fogo, principalmente se um pano, madeira ou papel estiver próximo da tomada ou da fiação. Por isso, evite-os!

2 – Tenha cuidado na cozinha: atenção a ceia de final de ano e natal

Boa parte das ocorrências em incêndios envolvem panelas com óleo quente. Muita gente se distrai e deixam o óleo esquentar demais. Logo em seguida, jogam algum produto com água, como batatas, peixe, cebola, e causam incêndios. Isso acontece porque quando você joga água dentro da panela com óleo, por conta das substâncias não se misturarem, a água afunda e evapora imediatamente por conta da quentura, jogando pra cima partículas do óleo. E isso pode causar chamas de até dois metros de altura em cima do fogão.

3 – Atenção aos fogos de artifícios

Ao soltar fogos, além de ser prejudicial aos animais e crianças, poluição sonora e do ar, dentre outras consequências, a ação pode levar a incêndios de pequenas e grandes proporções. Por isso, o ideal é que, sobretudo nesta época festiva do ano, realize os fogos em local afastado das pessoas, em áreas abertas e sem fiação elétrica e árvores próximas. Ou não realize: que é o mais indicado.

Em casos de eventos pirotécnicos, a apresentação deve ser feita por profissionais.

4 – Contrate um seguro residencial antes de virar o ano

Com um seguro residencial completo você poderá ter o suporte necessário para reconstruir sua casa em caso de incêndio, por exemplo, podendo viajar com tranquilidade, sabendo que a sua casa estará protegida. Essa medida cobrirá possíveis incidentes como incêndios, vendaval, queda de raio, roubo, danos elétricos, desmoronamento, dentre outros.

Dependendo da empresa, essa contratação pode custar menos do que você imagina. Na Touareg Seguros, você poderá garantir um seguro abrangente, flexível e com uma assistência 24h, com atendimento de chaveiros, eletricistas, encanadores e tantos outros. Não hesite em buscar proteger seu lar e tudo aquilo que passou anos para construir.

5 – Atente-se ao uso de álcool

O álcool 70, retirado das prateleiras no início dos anos 2000 por conta do grande número de incêndios e acidentes, voltou porque é necessário para a assepsia contra o coronavírus. O grande cuidado é se atentar para esperar secar antes de fazer qualquer outra atividade com as mãos, principalmente as que envolvem o fogo, como cozinhar ou acender um cigarro.

O álcool em gel se torna ainda mais perigoso por ter uma combustão quase completa e sua chama ser praticamente invisível. Isso dificulta que as pessoas saibam quando ele está em combustão e acabam colocando outros objetos inflamáveis perto, como pano de prato ou um pedaço de madeira.

A Touareg Seguros está pronta para te receber e colocar tudo que conquistou e construiu em segurança. O imprevisto pode acontecer quando mesmo esperamos!

Sindicatos dos Corretores do MG, de GO, MT, MS e DF anunciam 21º Congrecor para agosto 417

Sindicatos dos Corretores do MG, de GO, MT, MS e DF anunciam 21º Congrecor para agosto / Divulgação

Evento reúne profissionais da corretagem de Minas Gerais e dos Estados do Centro-Oeste

Entre os próximos dias 11 e 13 de agosto acontece a 21ª edição do Congrecor. O Congresso, promovido pelos Sindicatos dos Corretores de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal (Sincors MG / GO / MT / MS e DF), reunirá os profissionais da corretagem de seguros na Pousada do Rio Quente (GO).

A programação do evento contemplará palestras, mesas-redondas e oficinas com conteúdo atualizado e aprofundado sobre temas que atendem aos interesses nacional e regional do setor segurador e da economia em geral.

As inscrições com condições especiais podem ser realizadas através deste endereço.

Seguros Unimed apresenta nova solução em saúde para a cidade de São Paulo 531

Seguros Unimed apresenta nova solução em saúde para a cidade de São Paulo / Reprodução

‘Novo Essencial’ conta com renomados hospitais e laboratórios na rede de atendimento

A Seguros Unimed apresenta uma nova solução em saúde com cobertura centrada na capital paulista e na Grande São Paulo: o ‘Novo Essencial’. O lançamento do produto ocorrerá nesta quarta-feira (19 de janeiro), às 16h, em transmissão aberta especialmente para corretores da região. Para participar basta acessar este endereço.

Com foco no público de PME e coletivo empresarial, a partir de duas e 100 vidas respectivamente, o ‘Novo Essencial’ conta com uma rede de hospitais de renome tais como Hospital Alemão Oswaldo Cruz (Unidade Vergueiro), Hospital das Clínicas e Graac, além de laboratórios como CDB e Lavosier. “O novo produto foi pensado para atender, com excelência, as principais especialidades médicas. Além disso, possui um custo-benefício bastante competitivo para um cuidado efetivo com a saúde”, afirma Rodrigo Aguiar, superintendente Comercial e de Produtos Saúde e Odonto na Seguros Unimed.

Com quatro modalidades de comercialização, sendo dois em modelo de coparticipação, o ‘Novo Essencial’ oferece o rol de serviços da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e tem como diferenciais o reembolso de consultas e terapias ambulatoriais, descontos em redes de farmácias credenciadas e atendimento de urgência e emergência em todo o país, a partir das parcerias com as Unimeds.

Os clientes PME têm ainda outra vantagem na contratação. Ao garantir o seguro-saúde aos colaboradores também contarão com benefício odontológico da Unimed Odonto, sem custo adicional. “A Seguros Unimed está focada em desenvolver soluções em saúde personalizadas e acessíveis, seguindo uma tendência de mercado. Tudo isso sem abrir mão da qualidade característica das empresas do Sistema Unimed Nacional”, ressalta Aguiar.

Serviço

Lançamento do produto ‘Novo Essencial’ da Seguros Unimed.
Público: Corretores (São Paulo).
Data: Quarta-feira (19 de janeiro de 2022).
Horário: 16h.
Acesso: neste endereço (Zoom).

eFestival 2022 abre inscrições para profissionais de saúde e corretores de seguros mostrarem talentos 520

eFestival 2022 abre inscrições para profissionais de saúde e corretores de seguros mostrarem talentos / Divulgação

Festival é reconhecido como um dos mais importantes palcos da música brasileira; SulAmérica é novamente patrocinadora oficial do concurso

As inscrições para a 21ª edição do eFestival começam hoje (17 de janeiro) e seguem até maio. Além do público geral, o “palco mais digital da música brasileira” contará, pelo 2º ano, com a participação de profissionais de saúde e corretores de seguros.

Com mais de 20 anos de história, o eFestival é reconhecido como um dos mais importantes palcos para a descoberta de novos talentos da música brasileira. Alguns dos maiores nomes da MPB já fizeram parte da construção dessa história como Carlinhos Brown, Titãs, Frejat, Pitty, Vanessa da Mata, Maria Rita, Gilberto Gil, Adriana Calcanhoto, Alceu Valença, Daniela Mercury, João Bosco, Paulinho da Viola, entre outros.

O festival é dividido nas categorias Canção e Instrumental. O concurso é idealizado e realizado pela Dançar Marketing – que há 40 anos atua como a mais consistente empresa de marketing cultural do Brasil, e contará mais uma vez com o patrocínio da SulAmérica.

Para os profissionais de saúde e corretores de seguros é obrigatória a apresentação do registro de atividade ativo (Conselho Regional de Medicina – CRM, Superintendência de Seguros Privados – Susep, entre outros) no momento da inscrição. Os artistas têm até o dia 7 de maio para acessarem este endereço e conhecerem sobre o projeto, o tutorial com passo a passo de como se inscreverem, checarem o regulamento detalhado e, claro, efetivarem as inscrições.

Em 2021 o eFestival recebeu mais de 8 mil inscritos de todo o país. Este ano o evento acontece ao longo de 8 meses, divididos em 4 etapas: inscrições, análise curatorial, votação popular, e por último, a premiação.

Os vencedores se apresentarão em agosto em shows em formatos open air e indoor, ao lado de grandes artistas (embaixadores do projeto), nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba.

Grupo Aspecir tem oportunidade para profissional na área Técnica/Atuarial 596

Grupo Aspecir tem oportunidade para profissional na área Técnica/Atuarial / Foto: Thought Catalog / Unsplash Images

Vaga é para atuação na cidade de Porto Alegre (RS)

O Grupo Aspecir, holding com atuação nos segmentos de Previdência Privada, Seguro de Vida e Empréstimos, contrata profissional para atuar na equipe da área Técnica/Atuarial. A posição é para atuação na cidade de Porto Alegre (RS).

Entre os principais requisitos estão: Graduação em Ciências Atuariais (ou em andamento), experiência consolidada no mercado de seguros (ramo Vida) e domínio do Pacote Office. É desejável que a pessoa contratada tenha conhecimento na legislação vigente do setor segurador.

Entre as principais atribuições desta oportunidade estão a análise técnica de riscos, o acompanhamento da carteira de produtos e demais rotinas pertinentes aos setores técnico de seguros e atuarial.

Com carga horária de segunda a sexta-feira, a empresa oferece Vale Transporte, Vale Refeição, Vale Alimentação e Plano de Saúde entre os benefícios.

Gostou? Envie seu currículo com pretensão salarial para vagas@grupoaspecir.com.br!

Divulgação
Divulgação

Notícias de incêndios estruturais aumentam 85,2% em 2021 448

Notícias de incêndios estruturais aumentam 85,2% em 2021 / Foto: Matt Chesin / Unsplash Images

Monitoramento diário realizado pelo Instituto Sprinkler Brasil contabiliza 2.301 reportagens no ano passado

As notícias de incêndios estruturais estiveram em elevação em 2021. É o que revela levantamento do Instituto Sprinkler Brasil, organização sem fins lucrativos que tem como missão difundir o uso de sprinklers nos sistemas de prevenção e combate a incêndios em instalações industriais e comerciais no País. Por meio do monitoramento diário de notícias de incêndios no Brasil, o Instituto conseguiu capturar 2301 ocorrências de incêndios estruturais de janeiro a dezembro do último ano, representando alta de 85,2% ante 2020, quando foram registradas 1244 notícias.

Os números representam uma alta progressiva em comparação com 2018, quando foram capturadas 531 reportagens, acionando um alerta para a falha nas medidas de prevenção. “Acompanhamos o tema há muito tempo e sabemos que os dados que temos por aqui são inferiores ao registrado oficialmente. Os números que temos já apontam que muita coisa precisa ser feita para que tragédias sejam evitadas, mesmo sem acesso às informações oficiais. Sabemos que esses incêndios tradicionalmente acontecem por problemas de qualidade de equipamento, falta de manutenção, erros de projetos e de instalação, problemas de treinamento da mão de obra e falta de interesse, de modo geral, dos proprietários na proteção contra incêndio, que fazem somente o mínimo necessário para ser aprovado pelos bombeiros”, diz Marcelo Lima, diretor-geral do ISB.

Divulgação
Divulgação

Os sinistros contabilizados são os chamados “incêndios estruturais”, ou seja, aqueles que poderiam ter sido contornados com a instalação de sprinklers e ocorreram em depósitos, hospitais, hotéis, escolas, prédios públicos, museus, entre outros. O ISB não inclui nas estatísticas os incêndios residenciais, que apesar de também serem incêndios estruturais, não são objeto de acompanhamento porque a legislação de segurança contra incêndio não se aplica a residências unifamiliares, onde acontece o maior número de ocorrências.

Entre as diferentes categorias de estruturas, os estabelecimentos comerciais (lojas, shopping centers e supermercados) registraram o maior número de notícias na imprensa nos últimos quatro anos, seguidos pelos depósitos e as edificações, como revela o gráfico abaixo.

Divulgação
Divulgação

A legislação de prevenção e combate a incêndios é estadual e está atualizada. A de São Paulo é uma das mais avançadas do País e serve de modelo para grande parte do Brasil. “A questão está em aplicá-la corretamente”, explica Marcelo Lima.

“O estado exige a instalação de sistemas de incêndio, mas não faz qualquer exigência quanto ao nível de qualidade dos equipamentos. Não há certificação, exceto para extintores. Com isso, temos sistemas instalados por todo o Brasil que atendem plenamente à legislação, mas que provavelmente não funcionarão e isso só será descoberto no pior momento, durante uma ocorrência de incêndio”, conclui Lima.

Uso de sprinklers ainda é tímido

Em pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos junto a empresas multinacionais e de capital nacional com mais de 250 funcionários a pedido do ISB, revelou que o grau de adoção de sprinklers nas empresas é baixo. Apenas 36% das 300 companhias entrevistadas pelo Ipsos disseram contar com sistemas deste tipo em suas instalações.

O levantamento mostrou ainda que apenas 14% das entrevistadas disseram contar com sistema deste tipo em todas as suas unidades e 22% declararam contar com o sistema em apenas algumas unidades operacionais.

O estudo detectou que o uso de sprinklers é maior entre as multinacionais. 48% das empresas estrangeiras, com operações no país, ouvidas pelo levantamento, disseram ter sprinklers em suas operações. Entre as empresas nacionais, o índice é de 34%.

O porte também influi na aderência a este tipo de tecnologia. O índice de uso sprinklers em empresas com mais de 500 funcionários é de 45%. Entre empresas menores, com 250 a 499 funcionários, o percentual é de 28%.