Termina o regime de intervenção da Susep na APLUB Capitalização 13258

Investimento na APLUB Capitalização contribui com APAEs

Healthpar Administração e Participações passa a controlar empresa, que terá sede em Porto Alegre

Foi oficializado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (31 de dezembro) o fim do regime de intervenção da Superintendência de Seguros Privados (Susep) na sociedade APLUB Capitalização. A empresa nunca interrompeu suas atividades e agora passa a ser administrada pela Healthpar Administração e Participações, a partir do arremate de uma série de ativos da APLUB em um leilão, realizado no mês de julho de 2021. Entre os ativos estava a integralidade das ações e controle da APLUB Capitalização, livre de qualquer ônus.

“O grupo que controla Healthpar tem grandes perspectivas no sul do país, e, em razão dessas perspectivas, vem investindo maciçamente em grandes projetos nos Estados do Rio Grande do Sul e Paraná”, explica o novo controlador da APLUB Capitalização em nota enviada à redação.

O Grupo Healthpar ainda reitera que o regime imposto pela Susep à APLUB Capitalização eram por extensão dos problemas registrados em sua antiga controladora, a APLUB Previdência, e nunca em razão de sua própria condição. “Destaca-se que a APLUB Capitalização S/A é precursora do muito do que se faz atualmente no mercado de capitalização. A partir do próximo trimestre a meta é entregar ao mercado uma companhia muito mais eficiente, um novo modal em sua sede matriz e sede em Porto Alegre, totalmente digital, bem como uma nova assinatura e identidade visual. Além disso, buscará práticas sustentáveis, forte cultura de inovação e tecnologia”, complementa o comunicado.

Ao que refere novas ações e produtos, a nova companhia se prepara para atuar diretamente na comercialização de seus títulos ao consumidor final, criando assim uma cadeia produtiva totalmente integrada de ponta-a-ponta, para emissão dos títulos de capitalização da modalidade filantrópica, portanto emissão, divulgação, distribuição e comercialização final. “[A empresa] ressurge totalmente independente, o que permitirá sua atuação por meio de agentes não disponíveis aos métodos tradicionais, com foco na parceria com empresas do setor promocional, sociedades financeiras e equipadas, na comercialização dos títulos na modalidade incentivo. Agradecemos a todos que trabalharam na solução de mercado da APLUB Capitalização S/A, isso inclui os analistas técnicos, coordenadores e diretores da Susep, os quais não mediram esforços para que a sociedade tivesse a continuidade de suas atividades empresariais, sob o comando de um novo grupo econômico”, finaliza o informe.

Austral Re divulga nova edição do Austral Report 528

Austral Re divulga nova edição do Austral Report / Foto: Sarah Elizabeth / Unsplash Images

Estudo do mercado ressegurador ganhou também novo formato inovador e intuitivo com dashboard

Com mapeamento exclusivo, a Austral Resseguradora lança nova edição do Austral Report, um relatório de inteligência que traz informações relevantes para contribuir com o desenvolvimento e informação de todo o mercado. A empresa, com forte presença na América latina, elaborou um material que chega em sintonia com as demandas do setor no estilo dashboard e mantém os destaques e conteúdo das versões passadas. O novo formato inovador do relatório pretende melhorar ainda mais a experiência do leitor sobre os mercados segurador e ressegurador do Brasil.

Nesta edição, os especialistas da Austral Re trazem insumos com uma visão global do mercado securitário do Brasil a partir de análises históricas de dados até o ano de 2021. O Austral Report traz os impactos do mercado vivenciados pelo agravo da pandemia em 2021, onde foram verificados aumento de sinistralidade no mercado de seguros e crescimento excessivo de prêmio emitido. O mercado ressegurador, por sua vez, apresentou maior estabilidade se comparado a 2020.

O estudo indica que as seguradoras emitiram R$ 141,9 bilhões em prêmios no ano de 2021, representando um aumento expressivo de 14,8% na comparação com o ano passado. A sinistralidade bruta também apresentou comportamento atípico, atingindo a máxima histórica de 51,3% no ano, maior índice desde 2016. Para o mercado ressegurador local, o total de prêmios emitidos brutos foi de R$ 13,8 bilhões, um volume 27,6% maior frente ao ano anterior. Em relação a sinistralidade do setor, observamos uma estabilidade do índice em relação a 2020, passando de 94% em 2020 para 94,9% em 2021.

“Temos um compromisso histórico com o mercado segurador da América Latina para geração de informação e conhecimento, contribuindo com seu crescimento. Além dos dados relevantes, a análise do Austral Report ganhou dinâmica em sua apresentação, após a realização de estudos por parte de nossa equipe, o que facilitará ainda mais sua capilaridade entre clientes, parceiros e demais profissionais”, explica o CEO da Austral Resseguradora, Bruno Freire.

Entre os destaques, foram apontadas as linhas de negócios com maior crescimento de prêmio de resseguro cedido pelas seguradoras brasileiras no ano. As linhas de Automóvel (R$ 1,2 bilhão e alta de 96%); Aeronáuticos (R$ 706 milhões e alta de 43%); e Rural (R$ 1,2 bilhões e alta de 40%) ganham relevância na comparação. O segmento de Patrimonial segue líder em arrecadação de prêmios cedidos, totalizando R$ 5,5 bilhões e com alta de 29%.

Divulgação
Divulgação

Grupo Omint patrocina quadras de beach tennis em projeto de revitalização da margem do Rio Pinheiros 348

Anuar Tacach, idealizador do Ciclo Beach Tennis; e Cícero Barreto, diretor Comercial e de Marketing da Omint / Divulgação

Considerado entre os esportes do momento, a prática do beach tennis ganhou espaços exclusivos na margem oeste do rio paulistano por meio da Ciclo Beach Tennis

O projeto de revitalização das margens do Rio Pinheiros ganhou um novo incentivador: o Grupo Omint, que entra como patrocinador master das quadras de beach tennis localizadas à margem do rio, entre as estações de trem Vila Olímpia e Cidade Jardim. A inauguração do Ciclo Beach Tennis aconteceu no último dia 18 durante um café da manhã de boas-vindas à imprensa e convidados.

“Entendemos que o esporte é um dos principais pilares para que o indivíduo alcance qualidade de vida. Para nós do Grupo Omint, que temos como missão promover saúde e bem-estar, é um privilégio apoiar e participar de um projeto que faz parte do plano de revitalização de um dos principais rios da cidade de São Paulo”, declara o diretor Comercial e de Marketing da Omint, Cícero Barreto.

O acesso às quadras acontece através da ciclovia do Rio Pinheiros, que pode ser acessada tanto pela passarela exclusiva aos ciclistas ao lado da estação Vila Olímpia quanto pelo acesso por meio do Parque do Povo, localizado no bairro Cidade Jardim.

Clientes Omint têm cortesias para usufruir das quadras

Há mais de 40 anos a Omint segue evoluindo na vocação de cuidar de pessoas. Além de oferecer um serviço médico de excelência, promover meios de prevenção e promoção da saúde é um pilar fundamental para a organização. Diante disso, os clientes Omint poderão desfrutar dos espaços das quadras para partidas de beach tennis de forma totalmente gratuita.

“Para nós, proporcionar essa facilidade aos nossos clientes é uma grande satisfação, pois reconhecemos que o esporte é mais um meio para conquistar uma vida saudável”, afirma Barreto.

Para usufruir deste benefício, os clientes Omint poderão reservar as quadras gratuitamente por meio do site, a partir do dia 21 de maio.

Quadras tecnológicas

Muitos pensam que para a prática do beach tennis é necessário apenas um conjunto de raquete e uma bolinha. Contudo, tecnologia de ponta foi investida na construção do espaço para possibilitar uma experiência completa: inovações em iluminação, acabamento e em toda a estrutura necessária para um espaço que oferece a modalidade.

Para Cícero Barreto, que é um amante confesso de esportes, “as quadras de beach tennis serão um ponto de encontro para os ciclistas que costumam pedalar pela ciclovia, pois une duas grandes paixões dos moradores da cidade: pé na areia e bicicleta”.

As quadras da Ciclo Beach Tennis terão um calendário de eventos e ativações dos patrocinadores durante todo o ano.

Serviço

  • Local: Ciclo Rio Pinheiros. Entrada por meio do Parque do Povo ou pela passarela ao lado da estação Vila Olímpia da CPTM.
  • Reserva de quadras: A partir de 21 de maio, neste endereço;
  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 7h às 14h. Sábado e domingo, das 8h às 20h.

Campanha da D’Or Consultoria do Dia Mundial Sem Tabaco mostra crescente número de fumantes nos últimos anos 2986

Campanha da D'Or Consultoria do Dia Mundial Sem Tabaco mostra crescente de fumantes nos últimos anos / Divulgação

Empresa também traz o alerta para o malefício do uso de narguilé e do cigarro eletrônico

Fumar traz inúmeros problemas à saúde e isso não é segredo. Para conscientizar sobre os riscos e as consequências deste hábito, a campanha da D’Or Consultoria, empresa do Grupo Rede D’Or, traz o tema: Algumas coisas merecem ser canceladas.

De acordo com estatísticas da OMS, o tabaco mata mais de 8 milhões de fumantes a cada ano e 1,2 milhão de pessoas morrem devido ao tabagismo passivo e, com o isolamento social, necessário por conta da pandemia, os brasileiros passaram a fumar mais.

Segundo pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), realizada em 2021, cerca de 34% dos fumantes brasileiros declararam ter aumentado o número de cigarros fumados durante a pandemia. O crescimento está associado a sintomas de ansiedade, além de insônia, sentimento de solidão, tristeza e nervosismo.

O conceito da campanha propõe a ressignificação do termo cancelamento. “Nos tempos atuais vemos que a cultura do cancelamento é algo muito nocivo e que traz resultados bem indesejados, contudo, usamos deste mote para ressaltar que o tabagismo deve ser cancelado, alertando para essa temática de forma objetiva, com dicas para quem deseja diminuir ou até mesmo parar de fumar”, reforça Ricardo Freiesleben, superintendente de Comunicação e Marketing da D’Or Consultoria.

O hotsite da campanha traz informações não só sobre o cigarro, mas, também sobre o VAPE (cigarro eletrônico) e sobre o narguilé – dispositivo utilizado para fumar tabaco flavorizado, com sabores como menta, maça e outros.

Hábito nocivo, independente da forma

O hábito de fumar pode causar câncer em diversos órgãos, incluindo pulmão, bexiga, pâncreas, fígado, esôfago, faringe, entre outros. “A fumaça do cigarro conta com mais de 4.700 substâncias tóxicas, incluindo nicotina, monóxido de carbono e alcatrão. Enquanto a nicotina causa a dependência química, o monóxido de carbono é venenoso e o alcatrão tem mais de 50 substâncias pré-cancerígenas”, explica Sérgio Hércules, médico e superintendente de Gestão de Saúde Médica da D’Or Consultoria.

O médico também alerta que há uma falsa impressão de que o cigarro eletrônico e o narguilé não fazem mal, mas, isso não é verdade e preocupa os especialistas.

O narguilé, por exemplo, em uma hora de uso, equivale a fumar cerca de 100 cigarros e cada sessão tem em média a duração de 20 a 80 minutos. Além disso, existe o risco de transmissão de fungos e doenças como, herpes e candidíase oral, devido ao compartilhamento do bucal do aparelho.

Deixar o vício de fumar não é tarefa fácil e exige em muitos casos o acompanhamento médico e psicológico, mas é possível e os benefícios à saúde são visíveis desde o primeiro dia. Veja:

  • 20 minutos: a sua frequência cai
  • 2 horas: não há mais nicotina no sangue
  • 8 horas: o nível de oxigênio no sangue se normaliza
  • 12 a 24 horas: os pulmões já funcionam melhor
  • 2 dias: seu paladar e olfato melhoram
  • 3 semanas: sua respiração e circulação melhoraram
  • 1 a 9 meses: a tosse e a falta de ar são reduzidas
  • 10 anos: a taxa de mortalidade por câncer de pulmão é cerca de metade de um fumante e o risco de sofrer infarto é o mesmo de uma pessoa que nunca fumou

Conheça mais sobre a campanha neste endereço.

BMG Seguros lança chatbot para atendimento no WhatsApp 445

Michele Cherubini é diretor de atendimento ao cliente da BMG Seguros / Divulgação

Avatar Yara foi desenvolvida para oferecer primeiro nível de atendimento aos corretores

Divulgação
Divulgação

A Inteligência Artificial (IA) está mudando a forma como as empresas se relacionam com os seus clientes. Os cientistas acreditam que a IA tornará a sociedade mais produtiva, eficiente e, em última instância, mais inteligente.

Quando se fala em Inteligência Artificial, o chatbot é um dos primeiros produtos que vem à mente, como referência em atendimento mais próximo ao humanizado, e que requer alta tecnologia para sua criação.

Atenta a todo esse processo de evolução tecnológico, a BMG Seguros lançou um chatbot para atendimento via WhatsApp. A ideia é que o robô responda as perguntas básicas dos corretores, como informações gerais sobre produtos, serviços e outras questões relacionadas à rotina dos negócios para esses profissionais que atuam com a seguradora. Para questões mais especificas, o corretor será direcionado para um atendente humano.

O diretor de atendimento ao cliente da BMG Seguros, Michele Cherubini explica que a Yara nasceu de uma dupla demanda: a modernização tecnológica que vem transformando o mercado segurador, e de uma necessidade dos corretores parceiros que precisavam de novos recursos para análise e automação dos processos e serviços com menos tempo. “A Yara representa um enorme avanço na comunicação entre a BMG Seguros e os corretores. Por meio da concierge, nossos corretores parceiros e clientes ganham uma comodidade notória em relação à prestação facilitada de serviços, com isso, será mais simples e rápido conhecer os produtos e obter informações e soluções sobre segmentos específicos da seguradora”, disse.

Para acessar, basta enviar qualquer mensagem no site ou canal de atendimento da BMG Seguros, que a Yara será ativada. O serviço está disponível 7 dias por semana, 24 horas por dia.

Com ações voltadas à inovação tecnológica, comunicação ágil e transparente e políticas de diversidade, inclusão e alta capacidade, a seguradora buscou transmitir essa filosofia no avatar Yara. O resultado é uma mulher negra de 37 anos, contemporânea e empoderada, com traços indígenas, caracterizando a miscigenação do Brasil.

“Podemos definir a Yara como uma persona amiga que nasce com o propósito de humanizar as relações com os corretores e torná-las muito mais fortes, potencializando os negócios”, explicou Cherubini.

A atendente virtual Yara está em fase inicial de concepção e a BMG Seguros prepara novas funcionalidades que preveem a integração da plataforma com as redes sociais da seguradora e um aplicativo que será lançado em breve. A seguradora reforça que o chatbot foi desenvolvido com machine learning (Inteligência Artificial) e que vai se aperfeiçoar à medida que interage com os corretores tornando a comunicação mais assertiva.

CCS-SP promoverá almoço com a Bradesco Seguros 580

Anderson Fabiano Mundim Martins (Superintendente Executivo da Bradesco Seguros) e Leonardo Pereira de Freitas (Diretor da Organização de Vendas da seguradora) / Divulgação

Evento, que será realizado no dia 24 de maio, no Terraço Itália, abordará as oportunidades de negócios em algumas linhas de produtos da empresa

O Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo (CCS-SP) realizará o seu tradicional almoço mensal no dia 24 de maio, a partir de 11h45min, no Terraço Itália, com a participação da Bradesco Seguros.

Na ocasião, o superintendente Executivo da Bradesco Seguros, Anderson Fabiano Mundim Martins, e o diretor da mesma empresa, Leonardo Pereira de Freitas, apresentarão palestra sobre o tema “Oportunidades no Seguro Residencial Bradesco, Auto Lar e Auto Light”.

Informações e inscrições para o evento pelo e-mail atendimento@ccssp.org.br ou WhatsApp (11) 93800 0102.