MAPFRE Economics ajusta previsão de crescimento real do PIB do Brasil para 0,7% em 2022 542

MAPFRE Economics ajusta previsão de crescimento real do PIB do Brasil para 0,7% em 2022 / Divulgação

Equação envolve consumo privado, investimentos, exportações, matérias-primas, desempenho da bolsa de valores, entre outros indicadores

A MAPFRE Economics – área do Grupo MAPFRE dedicada a pesquisas e análises sobre seguros, previdência, macroeconomia e finanças – acaba de ajustar, em sua atualização da pesquisa “Panorama Econômico e Setorial: Perspectivas para o 2º Trimestre 2022”, a previsão para o crescimento real do PIB do Brasil. A partir de indicadores econômicos, o levantamento aponta que a economia brasileira sofrerá uma desaceleração em 2022 para 0,7%, frente aos 5% que cresceu em 2021. Em janeiro deste ano, a área de pesquisas da seguradora havia previsto crescimento de 0,5%.

De acordo com o estudo, o comportamento das exportações – que deverão crescer 1% – geram dúvidas. Por um lado, há a alta procura e preços das matérias-primas, mas, por outro, o problema da sua escassez e dos fertilizantes nos mercados internacionais poderá afetar as exportações agrícolas.

Em outros indicadores, a pesquisa mostra que tanto o consumo privado (+3,9% em 2021 para +2,6% em 2022) quanto os investimentos (+17,3 em 2021 para -4,1% em 2022) sofrerão desacelerações. No caso do consumo privado, haverá moderações devido à inflação e aos problemas nas cadeias de abastecimento globais, afetando, principalmente, a produção de automóveis – as matrículas de veículos caíram 23% em fevereiro e estão em patamares de meados de 2019. Também contribui para o cenário o desempenho da bolsa de valores, principalmente, por conta da performance das companhias mineradoras, de combustíveis e os bancos. “Com toda essa equação, que envolve diversos indicadores, elevamos um pouco nossa projeção de crescimento do PIB brasileiro em dois décimos. Embora ainda seja um crescimento muito limitado para se adaptar ao vento favorável dos preços das matérias-primas, o contexto geral continua negativo, com custos de energia elevados e inflação, que ainda não se estabilizaram e que irão reduzir o consumo das famílias”, explica Manuel Aguilera Verduzco, diretor-geral da MAPFRE Economics.

Na avaliação do executivo e de sua equipe, os aumentos das taxas Selic e das previsões de inflação, tanto para este ano quanto para 2023, consideram o combate aos impactos secundários do atual choque de preços sobre as matérias-primas, que se manifestam com certa defasagem aos demais preços. “Sem prejuízo ao seu objetivo de garantir a estabilidade dos preços, as decisões do Copom implicam também na suavização das flutuações do nível da atividade econômica e à promoção do pleno emprego. Da mesma forma, o Banco Central considera que, face às suas projeções e ao risco de desancoragem das expectativas de longo prazo, é previsto que o ciclo de aperto monetário continue a avançar significativamente”, comenta Verduzco.

A MAPFRE Economics observa em seu relatório que o risco mais importante, atualmente, para a economia brasileira é o da inflação, e que as expectativas estão ancoradas em patamares mais elevados, com reação ágil do Banco Central em elevar as taxas de juros. Isso tem sido positivo para os investimentos e para a moeda, que se valorizou nos últimos três meses. Ainda assim, o custo da inflação e taxas de juros mais altas se traduz em uma desaceleração da economia.

Previsões para o mercado segurador brasileiro

Como apontado pela área de estudos da MAPFRE, em 2022, estima-se que a economia brasileira sofrerá uma desaceleração significativa em decorrência do aperto da política monetária, a fim de controlar a inflação bem acima da meta do Banco Central. Essas medidas têm um efeito positivo sobre as taxas de câmbio, o que pode oferecer algum alívio do impacto negativo que a inflação tem sobre a rentabilidade das seguradoras.

A situação de enfraquecimento econômico neste ano poderá reduzir o crescimento dos seguros Não-Vida, que, em 2021, registaram uma notável recuperação. Problemas nas cadeias de suprimentos globais continuam afetando a produção de automóveis e registros de veículos novos, que ainda estão longe dos níveis pré-pandemia e, por esse motivo, continuarão a pesar nos seguros Auto. Por outro lado, o enquadramento das taxas de juros após suas últimas altas continua a ser muito favorável ao desenvolvimento do negócio de seguros de Vida, Previdência e rendas vitalícias, como instrumento utilizado pelas famílias para proteger as suas economias face à subida da inflação.

“A expectativa de que as taxas de juros estejam próximas dos níveis máximos e que possam cair quando a inflação começar a diminuir, pode favorecer o desenvolvimento de produtos com taxas de juros garantidas no médio e longo prazo”, afirma Manuel Aguilera Verduzco.

Perspectivas para a economia mundial

A MAPFRE Economics alerta que, após um primeiro trimestre que conviveu com o otimismo, a condição geopolítica aprofundou o choque de oferta, o que causará uma deterioração significativa do nível global de atividade econômica e um aumento das pressões nos preços, com divergências por região. Conforme relatado no “Panorama Econômico e Setorial 2022: perspectivas para o segundo trimestre”, os economistas esperam crescimento de 3,6% para 2022, ante 4,8% no trimestre anterior, e 3,6%, em 2023, com a inflação subindo 6,8% e 4,1%, em média, no último trimestre em cada um dos anos.

Na avaliação da área de pesquisas da MAPFRE, para esses patamares serem atingidos, o impacto da pandemia deve ser mínimo e o conflito geopolítico deve ser mais limitado no período, com sanções consistentes as já estabelecidas, que durarão além de 2022. Nesse cenário, os preços do petróleo e gás permanecerão acima de US$ 100 ao longo do ano. Porém, dada a incerteza, a MAPFRE Economics contempla também uma possibilidade de cenário pessimista, mais próximo de uma situação de estagflação, ou seja, combinação de estagnação econômica e aumento da inflação. Neste sentido, haveria um corte adicional de quatro décimos para o PIB global e um aumento da dinâmica inflacionária.

Impacto no setor de seguros mundial

No estudo, a MAPFRE Economics considera que o contexto macroeconômico global de maior incerteza ofusca as perspectivas para o setor de seguros. A área de pesquisas considera que a rentabilidade pode ser afetada negativamente pela erosão da inflação nas margens empresariais, aumentando a pressão sobre os preços dos seguros em um momento em que o processo inflacionário vem para reduzir o poder de compra das famílias e torna mais difícil transferir para os preços o aumento dos custos.

Quanto ao volume de negócios Não-Vida, a pesquisa aponta que o seguro de automóveis continuará a mostrar queda nos registros de veículos novos (ainda longe dos níveis pré-crise), amplificados por gargalos na oferta derivados da escassez de semicondutores e alguns metais, como o alumínio, do qual a Rússia é um dos principais produtores. Essas interrupções nas cadeias de suprimentos continuam pesando nos registros de novos veículos, impactando negativamente o negócio de seguros.

Pelo lado positivo, porém, a MAPFRE Economics estima que algumas linhas de negócio, como seguro saúde e risco de vida, podem se beneficiar de uma maior sensibilidade ao risco de doença e morte como resultado da pandemia e da guerra, especialmente em países onde os sistemas públicos de saúde são mais deficitários. Outros segmentos importantes de negócios, como o multirrisco doméstico e industrial, também são frequentemente resilientes nessas situações.

Quanto às perspectivas para o seguro de vida, os contratempos e a alta volatilidade dos mercados de ações dificultam seu mercado, o que forçará as seguradoras a adaptarem seus produtos a um novo ambiente em que as taxas de juros livres de risco e os prêmios de risco na renda fixa estão subindo devido à retirada de estímulos monetários. Assim, o negócio de investimentos em seguros de vida enfrenta um panorama mais complexo, no qual o mercado soberano e de títulos corporativos está adquirindo uma importância maior.

Para conferir o relatório completo da MAPFRE Economics (em espanhol), acesse aqui (.PDF externo).

Plataforma educacional Universeg, do Grupo Bradesco Seguros, completa um ano com mais de 145 mil acessos 551

Plataforma educacional Universeg, do Grupo Bradesco Seguros, completa um ano com mais de 145 mil acessos / Divulgação

Iniciativa da seguradora oferece capacitação e atualização para parceiros de negócios

A Universeg, plataforma educacional do Grupo Bradesco Seguros, completa um ano. Em formato de serviço de streaming, o projeto conta com conteúdos em diversos formatos, como vídeos, e-books, podcasts e infográficos, propiciando o desenvolvimento contínuo. Com mais de 145 mil acessos, a iniciativa oferece materiais voltados para desenvolvimento de carreira e autoconhecimento, com foco em aprimorar também os negócios dos parceiros do Grupo, de forma gratuita. Neste um ano de Universeg a oferta de conteúdo cresceu mais de 250%.

De acordo com Valdirene Soares, Diretora de Recursos Humanos, Ouvidoria e Sustentabilidade do Grupo, são as pessoas que constroem a organização e por isso esta oferta de aprimoramento constante se torna tão importante. “O Grupo Bradesco Seguros tem uma longa tradição de investimento em capacitação. Somos feitos por pessoas que cuidam de pessoas e, ao buscarmos contribuir com o desenvolvimento dos nossos parceiros estamos, por consequência, contribuindo também com a evolução de todo o segmento”, afirma a diretora.

Ainda segundo a executiva, uma das maiores preocupações do Grupo Bradesco Seguros é disponibilizar conteúdos relevantes e de qualidade para a formação dos nossos parceiros de negócios. “Buscamos o que há de melhor em aprendizagem com conteúdos atuais, que conversam com a realidade dos profissionais. Para isso contamos com uma equipe com vasta experiência de mercado, que seleciona meticulosamente materiais consoantes com a sua realidade, levando em consideração as necessidades dos corretores”, ressalta.

Dentre os conteúdos da plataforma, há cursos ministrados por Leandro Karnal, historiador e professor; Márcio Mussarela, jornalista e comunicador corporativo; Monge Sat com o curso “Hora da Pausa”; além de conteúdos sobre Educação Financeira, Matemática Financeira, Comunicação, Ética e muitos outros temas técnicos e comportamentais .

A mudança de formato, do físico para o digital, era algo já pensado pela instituição, mas que ganhou força durante a pandemia. “Nós tínhamos o desafio de capacitar uma grande quantidade de profissionais espalhados em um país imenso como o Brasil. Com o meio digital, conseguimos entregar muito mais conteúdo de qualidade em bem menos tempo. Nossa capilaridade na capacitação aumentou muito”, diz Valdirene. “O intuito é que as nossas capacitações se adequem à rotina do corretor, e não o corretor a elas, o que conseguimos por meio dessa plataforma”, complementa.

Começam as inscrições para Prêmio de Inovação em Seguros da CNseg 433

Começam as inscrições para Prêmio de Inovação em Seguros da CNseg / Foto: Giorgio Trovato / Unsplash Images

Premiação acontecerá em dezembro para três categorias

Principal referência das ações do setor em transformação digital e da agenda ambiental, social e de governança (ASG), o Prêmio Antônio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros abre as inscrições na próxima segunda-feira, dia 4 de julho. “O futuro é agora” é o mote da premiação que está na11ª edição e é promovido pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg).

“A cultura da inovação é uma métrica permanente do Prêmio de Inovação, e os projetos, olhando o histórico das contribuições de todas as suas edições, têm sido fundamentais para nos adaptarmos ao ambiente desafiador das mudanças sociais, econômicas e ambientais, criando soluções para sustentar as operações das seguradoras e inovações para aperfeiçoar e agregar cada vez mais valor para os consumidores”, afirmou a diretora-executiva da CNseg, Solange Beatriz Palheiro Mendes.

Nos últimos três anos, a CNseg tem registrado a participação de diversos projetos atentos a demandas da nova sociedade, englobando temas como equidade feminina, mudanças climáticas, saúde emocional, humanização nos processos, cuidados com idosos, mitigação de litígios, uso da inteligência artificial em prol do consumidor e outras facilidades digitais de melhorias de acesso dos segurados. Para estimular ainda mais a adoção de práticas ‘ASG’, os ‘Princípios de Sustentabilidade em Seguros” constam dos critérios de pontuação dos projetos avaliados pelos jurados do Prêmio de Inovação.

Poderão participar do Prêmio de Inovação projetos nas categorias “Produtos e Serviços”, “Comunicação” e “Processos e Tecnologias”. Em suas dez edições, 862 projetos já foram examinados pela banca julgadora do Prêmio. Considerando-se a média de inscrições, o prêmio 2022 pode superar mil projetos julgados ao longo de todas as suas edições, avaliou Solange. No ano passado, por exemplo, a premiação bateu recorde de inscrições, com 167 projetos avaliados em sua 10ª edição.

Quinze projetos estarão na final que acontece em dezembro. O primeiro, segundo e terceiro colocados, em cada uma das três categorias, vão receber R$ 30 mil, R$ 15 mil e R$ 10 mil respectivamente.

As inscrições poderão ser feitas pelo site: www.premioseguro.com.br.

ViaCap distribui R$ 11,4 milhões para entidades filantrópicas em cinco meses 497

ViaCap distribui R$ 11,4 milhões para entidades filantrópicas em cinco meses / Divulgação

Hospitais e associações voltadas para pessoas em vulnerabilidade social foram beneficiadas

Movida pelo propósito de construir um mundo mais justo e sustentável, a ViaCap chega ao mercado de capitalização com grandes conquistas. De janeiro a maio de 2022, já foram R$ 11.469.869,00 distribuídos para cinco instituições filantrópicas de todo o Brasil. Entre as iniciativas, há trabalhos voltados para o atendimento de pessoas em vulnerabilidade social e com deficiência intelectual, múltipla e autismo – além do hospital infantil que atende casos de alta complexidade

Para o Gerente Atuarial da ViaCap, Walter de Vargas, os números refletem a importância social da filantropia. “Com a venda massiva de títulos de baixo custo, centenas de pessoas têm suas vidas mudadas para melhor”, afirma. Apesar de não ser uma doação, a Filantropia Premiável funciona como um instrumento para ajudar na sustentabilidade das organizações sociais, que não precisarão contar apenas com uma forma de captação de dinheiro.

A instituição com maior arrecadação durante o período foi a Irmandade Santa Casa Londrina (Iscal), entidade filantrópica que disponibiliza redes de hospitais e centros de educação em Londrina, no Paraná. Ao todo, foram resgatados R$ 6.200.686,00.

Entre abril e maio, a ViaCap repassou o montante de R$ 2.854.913,00 à Associação Brasileira de Assistência e Desenvolvimento Social (Abads), instituição de São Paulo que oferece atendimento a pessoas com Deficiência Intelectual e Autismo para mais de 980 famílias.

No sul do país, em Santa Catarina, o Instituto Plural recebeu R$ 2.249.403,00 que irão ajudar na promoção do bem-estar social de crianças, adolescentes e idosos através da alimentação, saúde, esporte e educação. Ainda no mesmo estado, a Associação Beneficente Nossa Casa, de Criciúma, recebeu R$ 81.908,00 em janeiro. A entidade acolhe crianças e adolescentes em situações de risco social.

As atividades de acolhimento e proteção social para pessoas com deficiência física do Lar da Fraternidade, de Linhares, no Espírito Santo, foram fortalecidas pela quantia de R$ 82.959 recebidas através da Filantropia Premiável.

Conheça nosso trabalho em prol do fortalecimento de causas sociais. Acesse nosso site ou siga-nos nas redes sociais, em @viacapitalização.

Grupo Bradesco Seguros apresenta novo aplicativo que melhora ainda mais a jornada do cliente 480

Fabio Dragone é Diretor de Digital, CRM, Inovação e CX do Grupo Bradesco Seguros / Divulgação

Seguradora investe em design moderno, interface intuitiva e melhor performance nesta nova versão

Mirando um público cada vez mais conectado, o Grupo Bradesco Seguros traz para os segurados seu novo aplicativo, com visual e tecnologia mais modernos e intuitivos. O novo app, disponibilizado desde o início do ano para um número crescente de clientes, otimiza as diversas jornadas do usuário, reunindo todos os produtos de seguros em um só lugar, o que proporciona mais facilidades aos segurados.

Para Fabio Dragone, diretor de Digital, CRM, CX e Inovação do Grupo Bradesco Seguros, as mudanças vieram para tornar o processo mais simples e muito mais rápido para o segurado. “Antes de mais nada, procuramos entender quais eram as principais demandas e necessidades dos nossos clientes. Em geral, eles nos mostraram que buscavam um uso prático, que entregasse os principais serviços com o mínimo de cliques possíveis. Por isso, redesenhamos o aplicativo, contando com especialistas no assunto, para criar uma ferramenta mais leve e com muito mais conteúdo”, detalha o executivo.

Durante o período de testes do aplicativo, a seguradora contou com a participação dos usuários Beta Testers que participaram da construção e depois da execução da Proof of Concept (PoC). Os campos de digitação foram reduzidos em 80% e os números de toques na tela caíram 66%. “Toda a concepção das novas ferramentas foi pensada ouvindo o segurado”, finaliza Dragone.

O novo aplicativo está disponível para os sistemas Android e iOS.

Assistências: opções para complementar o seguro de vida e oferecer benefícios para o dia a dia do cliente 349

Rodrigo Cunha, gerente de Desenvolvimento de Produtos / Divulgação

Vantagens dos serviços para residência e pets podem ampliar geração de negócios para o corretor

As coberturas de seguro de vida são soluções intangíveis que proporcionam uma tranquilidade financeira no dia a dia do cliente. No entanto, pensando também em proporcionar um benefício concreto para os segurados, a MAG Seguros disponibiliza aos corretores parceiros a oportunidade de comercialização de uma série de serviços assistenciais para os clientes que contratarem um seguro de vida na companhia.

A assistência pet oferece uma série de serviços, como transporte emergencial, atendimento emergencial, vacinas (aplicação em domicílio), funeral ou cremação, hospedagem do pet, entre outras vantagens.

Quem contrata um seguro de vida da MAG pode optar também pela assistência residencial, que, dentre os serviços oferecidos estão, por exemplo, chaveiro, encanador, eletricista, vidraceiro, cobertura provisória de telhados, desentupimento, limpeza de ar-condicionado e instalação de barra de segurança nos banheiros.

“A ideia de contar com um portfólio de assistências é de proporcionar ao corretor parceiro a geração de mais negócios. Já para o cliente, é a oportunidade de contar com benefícios concretos para a solução de problemas cotidianos de uma forma rápida e fácil”, explica Rodrigo Cunha, gerente de Desenvolvimento de Produtos.

Além das assistências pet e residencial, também é possível incrementar a proteção com assistência auto e saúde, sendo esta segunda oferecendo telemedicina 24 horas e desconto em medicamentos, e segunda opinião médica.