Grupo Bradesco Seguros reforça compromisso com sustentabilidade ao aderir à Força Tarefa que reporta efeito das mudanças climáticas nos negócios

Task Force on Climate Related Financial Diclosures (TCFD) tem como objetivo ampliar a transparência no mercado sobre os impactos nos Negócios decorrentes das alterações climáticas

O Grupo Bradesco Seguros assinou, no mês de maio, o compromisso Task Force on Climate Related Financial Disclosures (TCFD), documento que consolida o impacto das mudanças climáticas nos negócios. O anúncio, realizado no Dia do Meio Ambiente, que ocorre em 5 de junho, reforça o compromisso do Grupo com temas estratégicos relacionadas à sustentabilidade.

Publicidade
Seguro PASI

O compromisso foi assinado pelo presidente do Grupo Bradesco Seguros, sendo a seguradora a primeira de capital nacional e a segunda da América Latina a aderir ao TCFD.

A adesão à Força Tarefa é uma forma do Grupo Segurador dar visibilidade às práticas sustentáveis da companhia por meio de ações de ASG (ambientais, sociais e governança), seja com normas, criação de produtos ou monitorando os impactos de suas operações. Dessa forma, investidores e outros públicos podem avaliar e precificar de forma adequada os riscos e oportunidades relacionados às mudanças climáticas.

“Para o Grupo Bradesco Seguros, a sustentabilidade está integrada aos seis pilares estratégicos da Organização Bradesco. Os aspectos ASG são incorporados aos nossos negócios mediante a oferta de produtos, serviços e soluções amplamente diversificadas e acessíveis”, afirma Valdirene Soares, Diretora de Recursos Humanos, Ouvidoria e Sustentabilidade do Grupo Bradesco Seguros. Dentre os pilares, está o de Mudanças Climáticas, que consiste em garantir que os negócios estejam preparados para os desafios climáticos, além de aprimorar a divulgação de informações sobre os impactos relevantes aos negócios.

Publicidade
GBOEX no JRS

As recomendações do TCFD podem ser adotadas por todas as organizações, inclusas em relatórios financeiros, projetadas para reunir informações úteis e de prospecção sobre os impactos financeiros, além de serem fortemente concentradas nos riscos e oportunidades relacionados à transição para uma economia de baixo carbono.

Artigos Relacionados