Ação de sensibilização reforça importância da prevenção ao câncer de próstata

Estimativa do INCA é que 65 mil brasileiros recebam diagnóstico da doença a cada ano, entre 2020 e 2022

Agentes do Grupo Assim Saúde estão em contato um a um com cerca de 2.200 beneficiários pertencentes ao Programa de Medicina Preventiva (Special Life) para sensibilizar sobre a importância da prevenção contra o câncer de próstata e reforçar a necessidade dos cuidados com a saúde. São mais de 100 contatos telefônicos realizados por dia durante este mês, como parte do esforço preventivo da operadora frente à campanha Novembro Azul, que visa alertar e conscientizar a população mundial masculina sobre a relevância do tema.

Publicidade

“Muitas pessoas, principalmente os homens, ainda hoje resistem em adotar uma rotina de cuidados com a saúde, fato que foi agravado durante a pandemia da Covid-19. Ao longo desse período, alguns optaram por postergar as visitas médicas e os exames preventivos, seja por desinformação ou por receio de contaminação. Por isso, decidimos iniciar a busca ativa por telefone, quebrando tabus e orientando sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, que apresenta 90% de chances de cura ao ser detectado em sua fase inicial. Nosso esforço é no sentido de levar orientação em saúde e estreitarmos os laços de confiança com os nossos pacientes, por entendermos que a informação é uma grande aliada na prevenção de doenças”, destaca a gerente do Programa de Medicina Preventiva, a médica Eliane Guimarães.

A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA) é que no triênio 2020-2022, a cada ano, mais de 65 mil brasileiros recebam o diagnóstico de câncer de próstata, sendo esse o tipo mais comum entre a população masculina. Além disso, anualmente, a doença é responsável por 13,6 mortes para cada 100 mil homens no Brasil. A recomendação da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) é que todos os homens cumpram a agenda de acompanhamento médico para rastreamento e detecção da doença a partir dos 50 anos, que consiste na realização do exame de PSA e do toque retal. Quando há histórico familiar, a indicação para os exames de rotina cai para 45 anos.

“As campanhas de conscientização, como o Novembro Azul, são essenciais para revertermos as taxas de mortalidade pela doença, mas sabemos que a prevenção deve seguir por todo o ano e se estender a outras doenças que também colocam em risco à saúde e à vida. Por isso, mesmo sem apresentar nenhum sintoma, manter uma rotina de consultas e exames, além de um estilo de vida saudável, com alimentação balanceada, prática regular de exercícios físicos, não fumar, reduzir ou evitar o consumo de álcool, pode ajudar, e muito, a evitar esse e outros tipos de carcinomas e doenças crônicas”, alerta a médica.

Publicidade
Europ Assistance Brasil

Artigos Relacionados