AXA passa a oferecer seguro aeronáutico

Toda aeronave deve possuir cobertura do Seguro de Responsabilidade do Explorador e transportador Aeronáutico (R.E.T.A.)

A AXA, uma das maiores seguradoras do mundo, oferecerá aos seus clientes um novo produto. Trata-se do seguro Aeronáutico, com apólices que garantem, além da cobertura básica para “Casco”, Responsabilidade Civil Facultativa – LUC e Responsabilidade do Explorador e Transportador Aéreo (RETA), Responsabilidade Civil de Hangares, incluindo qualquer operação relacionada à atividade aeroportuária e desenvolvida dentro das áreas restritas dos aeroportos.

Publicidade
Viver Bem Corretora de Seguros no JRS

Segundo Mary Helen de Conti, gerente de subscrição aeronáutica da AXA, o diferencial da empresa será o atendimento. “Atuaremos, como sempre, estimulando as nossas parcerias com os corretores, criando nichos específicos, o que fortalecerá a nossa operação. Além disso, daremos foco especial no retorno rápido e ágil aos nossos clientes, uma demanda recorrente no setor”, explica Mary.

“Nesse primeiro momento, a expectativa da AXA é emitir até o final do ano cerca de R$ 8 milhões. Entendemos que o setor aeronáutico brasileiro, o segundo maior mercado do mundo depois dos Estados Unidos, na frente inclusive do mexicano, apresenta um enorme potencial. A nossa expertise em outras regiões do mundo sem dúvida é um diferencial importante“, finaliza Jean-Marc Radureau, Vice Presidente Técnico de Grandes Riscos da AXA.

Sobre o setor

Publicidade
Agrifoglio Vianna no JRS

Toda aeronave, independentemente de sua operação ou utilização, deve possuir cobertura do Seguro de Responsabilidade do Explorador e transportador Aeronáutico (R.E.T.A.). A obrigatoriedade foi instituída na Lei n° 7.565, de 1986 (Código Brasileiro de Aeronáutica). Segundo dados mais recentes da Associação Brasileira de Aviação Geral (Abag), a frota de aeronaves no país segue crescendo há pelo menos uma década.

*Informações de MSL Group.

Artigos Relacionados