Com alta em roubos e furtos, seguro para celular garante proteção e tranquilidade para usuários

O Brasil tem cerca de 259 milhões de celulares ativos, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Do aparelho mais simples até o de última geração, a verdade é que os celulares se tornaram itens muito visados por bandidos. Segundo dados do 17º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em 2022 houve um crescimento de 16,6% nos roubos e furtos de celulares no Brasil, em comparação com 2021. O documento também aponta que o furto é a principal modalidade criminal de subtração de aparelhos no país, com um aumento de 32% no mesmo período. Paraíba e Rio de Janeiro aparecem no estudo como os estados com os índices mais altos.

Publicidade

Uma forma de proteger os celulares, não só de roubos e furtos, mas também de pequenos acidentes que podem ocorrer é com a contratação de um seguro especializado. O produto garante a reposição do item em três situações: danos físicos ao aparelho – em caso de equipamento danificado por acidente, incêndio, raio, explosão, impacto de veículos ou dano na tentativa de roubo; subtração do bem – quando o aparelho é roubado ou subtraído, mediante ao rompimento de obstáculo ou ameaça direta; e danos elétricos – por ocasião de descarga elétricas e oscilações de energia, além de curtos-circuitos que afetem o equipamento (como, por exemplo, ao carregar a bateria do celular).

Alessandra Monteiro, Diretora Técnica da Corretora de Seguros Bancorbrás, explica que o serviço oferece tranquilidade para os usuários, principalmente quando os índices de ocorrências de roubos e furtos estão em alta. “Atualmente, os celulares podem custar entre 3 e 15 mil reais e um intermediário não sai por menos de 1 mil reais, logo a aquisição de um novo aparelho é um investimento alto para boa parte da população”, comenta. “Então é importante garantir uma proteção extra para o caso de uma situação adversa”.

A Diretora ressalta ainda que o cliente tem a possibilidade de personalizar a apólice de acordo com as necessidades. “Alguns se sentem confiantes apenas com a proteção contra roubo e outros já preferem incluir uma cobertura que garanta indenização para transações digitais indevidas após o furto, por exemplo”, aponta. “Por isso é preciso ficar atento para contratar uma apólice que melhor o atenda”. Além disso, a proteção é imediata, o seguro para celular não tem carência e começa a valer a partir da contratação.

Publicidade

Para mais informações basta acessar o site ou entre em contato pelo número 0800 7070 020.

Artigos Relacionados

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *