Como as seguradoras podem contornar a inflação em 2023?

Por Alberto Vargas, especialista pós-graduado em administração de empresas pela Universidade de Warwick na Inglaterra

O cenário inflacionário ao redor do mundo é de um aumento vertical desde o ano passado, no entanto, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em evento da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) na sexta (25/11), afirmou que a inflação no mundo parece ter atingido o pico e pode começar a ceder em breve.

Publicidade

Para entender os efeitos da globalização e da cadeia de suprimentos sobre os preços, vamos voltar à oferta e demanda simples. A globalização significa que os consumidores podem obter produtos mais baratos de países com baixos custos de mão-de-obra ou alto uso de tecnologia.

O aumento da globalização é, portanto, como um aumento na oferta de bens e, em menor medida, de serviços. Esse aumento da oferta significa preços mais baixos, todas as outras coisas sendo iguais.

Em 2022, empresas de todo o mundo estão tentando evitar interrupções nas cadeias de suprimentos. Algumas dessas mudanças refletem a vulnerabilidade de longas cadeias de suprimentos, conforme ilustrado pela guerra na Ucrânia e pelos bloqueios do Covid-19 na China.

Publicidade
Seguro PASI

Hoje, muitas empresas estão dispostas a pagar um pouco mais por uma cadeia de suprimentos mais curta e segura. Essa mudança está acontecendo gradualmente. O encurtamento das cadeias de abastecimento não é pelo aumento de preços unicamente , mas um esforço para conseguir reduzir as interrupções, dessa forma teremos menos picos de preços.

Quais as dinâmicas para contornar a inflação?

As empresas do futuro têm uma dinâmica muito diferente das empresas do passado. Para competir efetivamente dentro desse novo mercado, as organizações precisam construir novos tipos de ativos, incluindo um arsenal de recursos digitais – e atendendo a esse requisito, exigirá uma abordagem mais global para encontrar e implantar os melhores talentos.

A indústria de seguros pode aproveitar seus pools sofisticados de dados para criar produtos e serviços. Como a evolução da sociedade e da tecnologia, a economia continua a acelerar, as seguradoras que podem manter o ritmo, e o compromisso de mudança transformadora permite que estejam entre os players com melhor posicionamento para se destacar.

Dentro disso, a sustentabilidade no setor de seguros é parte importante das soluções para a dependência de combustíveis fósseis – que estão produzindo pressões inflacionárias no mundo – procurando fontes alternativas de energia e sustentabilidade que justifiquem custo-benefício..

Iniciativas como: limitar o impacto de mudanças climáticas e outros problemas sistêmicos emergentes riscos ambientais, como as emissões de carbono, além de diversificar a liderança e força de trabalho, automatizar processos complexos que consomem tempo e de alto custo, implantação de RPA (Robots Process Automation) para tarefas rutinarias, adicionalmente o gerenciamento de custos e disciplina de despesas, avaliação de projetos em base a resultados, simplificar as alocações de despesas para que os produtos recebam rentabilidade certa para otimização de preços todas essas iniciativas terão um papel essencial em 2023.

As seguradoras devem dar uma nova olhada nas oportunidades de custo que possam existir dentro de suas organizações. Para reduzir os custos de forma sustentável, é preciso incorporar melhoria contínua na sua cultura, gestão de desempenho sustentável, projetando novos processos como base para a excelência operacional.

As opiniões expressas neste conteúdo não substituem a consultoria financeira de um profissional nas empresas.

Artigos Relacionados