Consórcio Imobiliário: opção de investimento rentável e seguro

Modalidade não exige valor de entrada e a carta de crédito acompanha o reajuste das parcelas

Segundo o levantamento realizado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), a compra ou a quitação do imóvel próprio é o principal objetivo do retorno das aplicações financeiras do investidor brasileiro. Dos 42% que têm alguma aplicação, 31% pretende comprar ou quitar parcelas de imóvel ou terreno. “Para quem tem planos de investir na aquisição da casa própria, apartamento ou terreno, o Sistema de Consórcio é uma boa opção. Não tem juros e a taxa administrativa é embutida nas parcelas do financiamento”, explica o diretor da Porto Seguro Consórcio, William Rachid.

Publicidade
Gente Seguradora no JRS

Além destas vantagens, o Consórcio de Imóveis não exige valor de entrada e a carta de crédito acompanha o reajuste das parcelas (INCC – Índice Nacional de Custo da Construção), o que mantém o poder de compra. “Essas condições despertam o interesse de pessoas que procuram investimento flexível e atraente”, observa Rachid.

O mercado está em um momento propício para o investir no Sistema de Consórcio, o juro alto do crédito e a seletividade dos bancos na concessão de financiamento dificultam a aquisição. Neste cenário, consórcio é uma opção que viabiliza a compra de forma planejada. Vale ressaltar que investir em imóvel significa uma decisão com solidez, essa modalidade permite uma rentabilidade mensal, por meio do aluguel e com o passar do tempo, o imóvel valoriza mais e tem pouco risco de perda.

No Porto Seguro Consórcio, o cliente é assessorado em todas as fases, desde consultoria na hora da venda até a solução de pendências e o momento de contemplação. “Nossa preocupação é oferecer mais conforto e segurança na hora da contratação, esclarecendo todas as dúvidas e apresentando todas as possibilidades que contempla o investimento”, explica Rachid.

Publicidade
Icatu Seguros no JRS

No Porto Seguro Consórcio de Imóveis, o cliente paga a taxa de administração, o fundo de reserva e o seguro de vida, que são diluídos ao longo do período do grupo. Além dos sorteios mensais, o indivíduo pode ofertar lances, o que aumentam as chances de contemplação. Nessa modalidade, o consumidor pode utilizar o FGTS para o lance, complementar o crédito ou ainda amortizar o saldo devedor.

As cotas disponíveis variam de R$ 55 a R$ 500 mil e as parcelas podem ser contratadas a partir de R$ 349,00 e em até 200 meses para pagamento. Mais informações sobre os planos do Porto Seguro Consórcio estão disponíveis neste site.

Artigos Relacionados