Consórcio x Financiamento, qual é mais vantajoso?

CEO do Klubi explica porque aderir a um plano de consórcio é a melhor opção para quem deseja adquirir um veículo e manter as contas equilibradas

Nos últimos anos a procura por consórcios aumentou consideravelmente. De acordo com dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), de janeiro a julho de 2022, o Sistema de Consórcios comercializou mais de 1,8 milhão de novos planos, um crescimento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado.  Segundo Eduardo Rocha, CEO do Klubi, única fintech autorizada pelo Banco Central para operar como administradora de consórcios no país, esses números revelam os olhares do mercado para o consórcio. Principalmente neste momento, quando instituições bancárias estão mais rigorosas na concessão de financiamentos por uma série de fatores.

Publicidade

Para o executivo, a compra de um plano permite que o consumidor possa se programar financeiramente para conquistar um bem dos seus sonhos, sem pagar juros. Afinal o financiamento provoca, em sua grande maioria, um endividamento elevado e exige um valor relevante de entrada. “Para quem não tem o dinheiro em caixa ou não quer sujeitar as altas taxas de juros dos financiamentos, a melhor opção é o consórcio”, completa o executivo.

Outra desvantagem do financiamento é que os juros sempre estão muito acima da Selic (taxa básica de juros) que atualmente está em 13,75% ao ano, conforme divulgado pelo Comitê de Política Monetária (Copom) no início de agosto. Portanto, o consórcio é uma solução ainda mais atraente neste cenário.

Rocha exemplifica a diferença comparando um consórcio de R$60 mil reais, a um financiamento do mesmo valor. “Ao optar pelo financiamento de R$60 mil reais, com uma entrada de R$24 mil reais, por exemplo, o consumidor arcará com uma mensalidade de aproximadamente R$1.100 reais por um período de 60 meses. No Klubi, simulando os mesmos valores, a mensalidade será de R$659, que dentro do período de 60 meses, sairia pelo total de R$65.900, o que representa uma economia de quase R$21 mil reais em relação ao financiamento”.

Publicidade
Icatu Seguros no JRS

Além disso, vale ressaltar que o consórcio não exige entrada mínima, já que as administradoras dividem o valor total da carta de crédito em parcelas fixas, previamente aprovadas pelo consumidor.

Vantagens do consórcio:

  • As mensalidades são menores;
  • Não exige valor de entrada
  • Não tem taxa de juros;
  • As taxas de aprovação são > 90% em autos;
  • É fácil começar e incentiva a disciplina financeira

Artigos Relacionados