‘Empresas precisam entender que não existe linha de chegada’, diz CEO da Icatu ao defender evolução e aprendizado constante

“Investimento com propósito e seu impacto na sociedade” foi o painel que movimentou o BrainSpace Icatu na manhã desta última quarta-feira, 27 de abril

O processo de aperfeiçoamento de um produto ou serviço não tem um ponto final, mesmo porque as necessidades e comportamento do consumidor mudam com o passar do tempo. Essa foi uma das reflexões que o CEO da Icatu, Luciano Snel, compartilhou com o público que assistiu o painel “Investimento com propósito e seu impacto na sociedade”, na manhã desta última quarta-feira, 27 de abril, no BrainSpace Icatu, no Rio2C – maior encontro de criatividade da América Latina, que acontece até este domingo, 1º de maio, na Cidade das Artes, Rio de Janeiro.

Publicidade
Europ Assistance Brasil

“Muitas vezes, as inovações mais impactantes não surgem do processo de melhoria de um produto, mas da forma que podemos repensá-lo para alcançar outros públicos”, afirmou Snel. Essa é uma diretriz adotada pela seguradora que guia a estratégia de parcerias da companhia com diferentes players do mercado B2B2C, como startups, fintechs, varejistas, bancos e cooperativas de crédito, atuando para a democratização do acesso à produtos de proteção e planejamento financeiro em todo o país.

Além das mudanças no ambiente de negócios, os debatedores reforçaram como, atualmente, negócios com fins lucrativos e geração de impacto social começam a ser vistos como segmentos conectados. “Hoje vemos inúmeros empreendedores que têm sede de mudança, que refletem sobre a vida que levam e a forma como usam seu tempo e decidem colocar suas habilidades e aptidões em algo que faça sentido. E quando você tem um negócio escalável, é possível gerar lucro e impacto positivo ao mesmo tempo”, disse a VP da Valor Capital, Maria Carolina Lacombe.

Atualmente, em todo o mundo, existem cerca de cinco mil empresas do Sistema B que buscam o lucro com benefícios sociais. É o caso da Betterfly, insurtech chilena que iniciou sua operação no Brasil, no ano passado, em parceria com a Icatu, oferecendo ao mercado um seguro de vida com proteção dinâmica associado a uma plataforma de bem-estar e impacto social. “Investir com propósito é não considerar apenas o lucro e sim buscar gerar algo positivo para a sociedade. E, cada vez mais, os clientes buscam empresas que tenham um propósito claro e verdadeiro”, complementou o country manager Brasil da Betterfly, Caio Ribeiro.

Publicidade

Esta é a primeira vez que a Icatu participa do Rio2C, sendo a única seguradora que apoia o evento. Até 1º de maio, o público poderá conferir diversas ativações da marca no espaço, como o naming rights do BrainSpace, como BrainSpace Icatu. Também apresenta uma instalação assinada pela Agência V3A que convida o público a fazer uma reflexão sobre o Futuro + Pessoas + Tempo; participa do Desafio de Startups, e do workshop de inovação, proporcionando trocas de experiências e de fomento de ideias entre os participantes.

A Icatu também fará a cobertura das ativações do Rio2C em tempo real no Instagram (@icatuseguros), reunindo conteúdo sobre o BrainSpace Icatu, os painéis com seus porta-vozes e outros pontos altos do evento, além de conteúdos especiais no LinkedIn. Pela hashtag #IcatuNoRio2C será possível acompanhar as ações da companhia no festival.

Foto: Felipe Panfili / Divulgação
Foto: Felipe Panfili / Divulgação

Artigos Relacionados