Especialista analisa mudanças no Seguro Auto em série da APTS

Ex-diretor da Associação, José Carlos de Oliveira comenta impactos da proposta da Susep para corretores e consumidores

O Seguro de Automóvel está prestes a passar por mudanças. Depois de submeter a sua proposta a consulta pública, a Superintendência de Seguros Privados (Susep) agora se prepara para publicar a circular com as alterações no ramo. Quais as principais mudanças e os seus impactos para os corretores de seguros e consumidores?

Publicidade

Para responder a essa pergunta, a Associação Paulista dos Técnicos de Seguro (APTS) convidou o seu ex-diretor, o especialista em seguro de automóvel José Carlos de Oliveira, profissional com 42 anos de carreira na área técnica de seguradoras.

No vídeo, José Carlos destaca três principais pontos da proposta: a utilização de peças usadas; a contratação de seguro, independentemente do veículo do condutor; e a as consequências da indenização com base na data do sinistro. Em relação a esta última, ele avalia que poderão ocorrer distorções no valor da indenização.

Publicidade

“No caso de um sinistro avisado, por exemplo, a partir do dia 20, muito provavelmente a indenização será realizada no mês seguinte. Então, se a tabela Fipe variar para cima, o segurado poderá receber um valor insuficiente para comprar um veículo semelhante ao que tinha. Mas, se a tabela variar para baixo, o segurado poderá ter lucro”, diz.

Artigos Relacionados