Porto Seguro amplia as coberturas do seguro empresarial 871

Porto Seguro realiza ação de incentivo aos corretores na comercialização e renovação do produto empresarial

Dentre os ajustes está a garantia de amparo de bens ao ar livre decorrentes de danos por impacto de veículos

Buscando melhor atender às necessidades do mercado, a Porto Seguro ampliou as coberturas disponíveis no seguro empresarial. As coberturas para incêndio, quebras de vidros, impactos de veículos, desmoronamentos e a de responsabilidade civil para concessionárias tiveram suas condições ajustadas, como destaca Antonio Santos, gerente de Ramos Elementares da companhia.

“Nosso objetivo é tornar as coberturas e as condições mais claras sobre o que garantimos no seguro. Com essas melhorias, tornamos a comunicação mais fácil para que os clientes entendam melhor o que estão contratando e, ampliando ainda, as proteções para os nossos segurados”.

Dentre os ajustes que agora passam a fazer parte do seguro empresarial, está a garantia de amparo de bens ao ar livre decorrentes de danos por impacto de veículos, bem como a garantia em incêndio fora do local de risco com a contratação da cobertura especifica. Presente na cobertura básica, a garantia para incêndios, explosões, implosões, fumaças e quedas de aeronaves ocorridos no local segurado fica mais ampla, compreendendo acidentes de qualquer causa e natureza, independentemente da origem.

Entre as mudanças nas coberturas adicionais, a cobertura para casos de quebras de vidros ficou mais ampla, compreendendo vidros temperados e blindados, espelhos, tampos de mesas, box, mármore, granito, revestimentos, entre outras.

A companhia também fez ajustes na cobertura de desmoronamento, amparando os bens, matéria-prima e mercadorias das empresas-contratantes em casos de desabamentos total ou parcial das estruturas. A cobertura também passa a compreender a demolição, reconstrução ou reforço estrutural a partir de laudo técnico que indique possibilidade de desmoronamento e despesas a partir de medidas tomadas para a redução dos prejuízos cobertos e desentulho do local.

O segmento de concessionárias também foi contemplado nestas mudanças. A cobertura, antes chamada de RC Concessionária, agora se chama Responsabilidade Civil, visando deixar a contratação mais simples. A cobertura ampara danos materiais e corporais causados a terceiros quando o fato ocorre dentro da concessionária, como por exemplo, alguém se machuca ao escorregar em um piso mal sinalizado no interior do local. Para amparar os veículos da concessionária, a cobertura a ser contratada é a RD Veículos.

Ajustes em sintonia com o atual momento

O cenário atual alterou a rotina de diversas empresas. E, pensando nisso, a Porto Seguro passou a compreender uma maior gama de segmentos para a cobertura de impactos de veículos, permitindo que empresas com atuação em padarias e restaurantes, por exemplo, passa a ter garantia contra possíveis danos causados por veículos de terceiros aos locais segurados.

Para mais informações sobre todas as condições e coberturas disponíveis no Porto Seguro Empresa, basta acessar www.portoseguro.com.br/seguro-empresa ou entrar em contato com um Corretor de seguros. Ele é o profissional ideal para detalhar todas as condições gerais da apólice e indicar as melhores coberturas de acordo com o estabelecimento contratante.

Porto Seguro Financeira oferece 60 dias para o pagamento da primeira parcela 907

Condição especial visa beneficiar corretores e clientes proporcionando mais tempo no parcelamento neste momento que requer mais planejamento.

A partir de agora, para quem financiar ou refinanciar um veículo com o Porto Seguro Financeira terá a possibilidade de escolher o vencimento da primeira parcela em até 60 dias. A condição especial, que será disponibilizada por tempo indeterminado, é válida para todo o país, exceto para os financiamentos que optarem pela forma de pagamento no cartão de crédito. Antes de fechar negócio, os interessados podem fazer uma simulação no site www.financeiraportoseguro.com.br e no caso de refinanciamento do veículo, a orientação e procurar o seu corretor.

A Porto Seguro Financeira oferece vantagens exclusivas para financiar carros novos e seminovos, e ainda conta com 6% de desconto no Porto Seguro Auto. Além disso, os clientes que realizarem o pagamento com o Cartão de Crédito Porto Seguro, ganha 3 mil pontos no programa, e somente o valor da parcela do seu financiamento será descontado do seu limite. Importante pontuar que os pontos acumulados no Programa de Relacionamento poderão ser trocados por desconto no seu financiamento.

Conheça as modalidades de Financiamento de Veículos da Porto Seguro no sitewww.portoseguro.com.br/financiamento.

‘RJ da Sorte’ vai sortear carrão com R﹩ 100.000,00 no porta malas 636

Título da CAPEMISA Capitalização vai ter um Honda City 0km com R﹩ 100.000,00 no porta malas, além de vários prêmios em dinheiro nos outros três sorteios pelas dezenas.

Pensar que ao fim de um longo período de distanciamento social vai ser possível andar por aí com um carrão 0km e dinheiro no bolso é o sonho de consumo de muito morador do Rio de Janeiro. Sobretudo depois que a pandemia fez mais de 1 milhão de pessoas perderem seus empregos no país apenas no último mês. Por isso que o ‘RJ da Sorte’ programou para esta semana um sorteio mais que especial. No próximo domingo, dia 12 de julho, serão três sorteios pelas dezenas no valor de R﹩ 10.000,00, cada; além do prêmio principal de um Honda City 0km com R﹩ 100.000 em dinheiro no porta malas.

No ‘Cadastro da Sorte’, o título de capitalização da CAPEMISA vai sortear um Fiat Mobi 0km e mais 20 prêmios ‘Xô Aperto’ de R﹩ 1.000,00 cada, para quem cadastrar ou comprar online até 11/07 no site http://www.rjdasorte.com.br ou pelo aplicativo para celular. Tudo isso ao vivo, às 9h, na TV Band Rio, sempre comandado pelos apresentadores mais alegres das manhãs de domingo, Vivi Romanelli, Carlos Alberto e Aline Malafaia.

Compra online para facilitar a sua vida – A CAPEMISA Capitalização aproveitou o isolamento social e lançou plataforma no site do ‘RJ da Sorte’ e no APP para celulares Android para que os clientes possam adquirir o título de capitalização online, sem precisar sair à rua. Assim, além de manter o isolamento necessário para proteger a própria saúde e a de toda a comunidade, o morador do estado Rio de Janeiro ainda pode continuar a ajudar os projetos das 62 unidades da APAE Brasil no Rio e concorrer a prêmios. Para comprar, é muito fácil.

Basta acessar o site http://www.rjdasorte.com.br (versão para computadores e dispositivos móveis) ou o aplicativo ‘RJ da Sorte’ (inicialmente exclusivo para celulares Android). Ao efetivar a compra através do cartão de crédito ou boleto bancário será emitido um título digital, que terá as mesmas características de um título físico, garantindo a participação do subscritor do título normalmente em todas as categorias de premiação. Além disso, o cadastro dos títulos para concorrer a todos os sorteios será automático, gerando mais um benefício para os consumidores.

‘RJ da Sorte’ – É um título de capitalização da modalidade filantropia premiável, criado pela CAPEMISA Capitalização, com operação autorizada pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), órgão vinculado ao Ministério da Economia, que fiscaliza os títulos de capitalização de todo o Brasil. O ‘RJ da Sorte’ atende a todos os requisitos exigidos na regulamentação setorial, em especial Circulares SUSEP nº 569, 576 e 582/2018 e destina os resgates para a APAE – Brasil, para financiar projetos das 62 APAEs do Rio de Janeiro.

IRB Brasil Re aumentará capital entre R$ 2,1 bilhões e R$ 2,3 bilhões 676

Bradesco e Itaú vão subscrever a emissão no mesmo patamar de suas participações

O IRB Brasil RE informou nesta quarta-feira, 8 de julho, que seu Conselho de Administração aprovou o aumento de capital social da Companhia, por meio de emissão de ações ordinárias. Como anunciado há alguns dias, o tema vinha sendo estudado internamente. O valor da emissão será de no mínimo R$ 2,1 bilhões e no máximo de R$ 2,3 bilhões, com quantidades mínimas e máximas sendo, respectivamente, de 303.030.304 e 331.890.331 ações.

“O aumento de capital é a melhor alternativa para a Companhia buscar o seu reenquadramento nas regras de Provisões Técnicas da Superintendência de Seguros Privados (Susep), além de fortalecer a estrutura de capital do IRB Brasil RE e melhorar a sua posição de caixa”, diz o presidente do Conselho de Administração e atual Diretor Presidente, Antonio Cassio dos Santos. “Esta é uma solução equânime, equilibrada e de longo prazo, que garante o futuro desta Companhia de tanta tradição no mercado brasileiro e latino-americano. É uma nova fase para o IRB Brasil RE.”

Os acionistas Bradesco Seguros S.A. e Itaú Seguros S.A. – pertencentes aos dois maiores grupos financeiros do país – se comprometeram a acompanhar o aumento de capital de forma proporcional às suas participações, respectivamente de 15,4% e 11,3%, e também manifestaram a intenção de subscrever quaisquer quantidades que eventualmente sobrarem após a primeira rodada de oferta, de forma a assegurar a subscrição do valor mínimo de R$ 2,1 bilhões da emissão.

O preço de emissão dos papeis será de R$ 6,93. O prazo de exercício do direito de preferência para subscrição de ações terá início no pregão do dia 14 de julho de 2020, se estendendo até o dia 12 de agosto de 2020. Seguindo as regras da B3, a data de corte para a participação na emissão será dia 13 de julho de 2020 – é importante ressaltar que todos os acionistas que constem da base no pregão deste dia terão as mesmas condições de participação na emissão.

Os acionistas terão direito de preferência para subscrever ações na proporção de 0,35938828 nova ação ordinária para cada ação da qual que forem titulares – ou seja, cada acionista poderá subscrever uma quantidade de novas ações que representem 35,938828% do número de ações de que for titular no fechamento do pregão da B3 na Data de Corte.

100 dias da nova direção executiva – “O IBR Brasil RE é uma empresa líder de mercado e com um bom portfólio de clientes, com todas as condições de retomar o caminho do crescimento e da geração de resultados”, diz Antonio Cassio. “Estamos trabalhando para levarmos o IRB para o próximo nível, sem pressa mas sem pausa, como temos repetido constantemente nestes primeiros 100 dias da nova administração da Companhia.”

Nestes primeiros meses, a nova administração do IRB Brasil RE vem promovendo uma revisão completa da gestão da empresa, mesmo enfrentando restrições durante o período de pandemia, em razão do isolamento necessário à preservação de seus colaboradores. No período, realizou uma investigação independente para apurar a divulgação de informações inverídicas sobre uma suposta participação da Berkshire Hathaway como acionista do IRB Brasil RE, bem como apurações internas que revelaram o pagamento indevido a executivos da antiga gestão no valor de R$60 milhões e de indícios de administração temerária evidenciada na recompra de ações acima do limite aprovado pelo Conselho de Administração. As informações foram entregues aos reguladores (Susep e Comissão de Valores Mobiliários – CVM) e ao Ministério Público Federal, para que os indícios de irregularidades sejam devidamente apurados e seus autores sejam responsabilizados.

Soma-se a isso uma revisão completa e a reapresentação das Demonstrações Financeiras dos exercícios de 2018 e de 2019, a partir de consultoria forense, e a melhoria das práticas internas de gestão e da governança, com o aumento no número de diretores estatutários, uma nova diretoria executiva e a revisão de procedimentos.

Além disso, o Conselho de Administração teve o seu número de integrantes ampliado para nove membros, com uma grande renovação do colegiado: sete assentos são ocupados por novos conselheiros, profissionais de extensa bagagem em diversas áreas e reconhecidos pelo mercado.

Abertas inscrições para a 5ª categoria do Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros 869

Inscrições das demais categorias esta abertas desde o dia 1º de julho

Estão abertas, a partir desta quinta-feira (09 de julho), as inscrições de trabalhos na categoria especial “Formação e Qualificação Profissional” da edição 2020 do Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros.

Realizada em conjunto pela FENACOR e a ENS, com o apoio institucional da CNseg, esta edição terá outras quatro categorias em disputa: “Midia Impressa”, “Audiovisual” (incluindo Rádio e TV), “Webjornalismo” e “Imprensa Especializada do Mercado de Seguros”. Nessas categorias, as inscrições já estão sendo feitas desde o dia 1º de julho.

A diferença de datas é decorrente da necessidade de ajustes no sistema.

Podem ser inscritas reportagens e matérias veiculadas entre os dias 11 de novembro de 2019 e 15 de novembro de 2020.

Os jornalistas poderão inscrever suas reportagens até o dia 16 de novembro de 2020 neste endereço eletrônico:
https://www.fenacor.org.br/premiodejornalismo/Home.