MAG Seguros bate recorde de lucro em 2022 e projeta crescimento de 30% em 2023

Seguradora investe em tecnologia, relacionamento com parceiros de negócios e educação financeira para conscientizar as pessoas sobre a importância de poupar e gerenciar riscos

A MAG Seguros comemora números recordes: em 2022, o grupo especializado em vida e previdência lucrou R$ 150 milhões, atingiu arrecadação superior a R$ 2,3 bilhões, pagou R$ 736 milhões em benefícios aos clientes e contabilizou mais de 6 milhões de clientes.

Publicidade

Os dados foram apresentados por Nuno David, Diretor Comercial e de Marketing da MAG Seguros, durante o Congresso Potencialize, evento celebrado anualmente e que busca contribuir com o desenvolvimento e capacitação corretores de seguros e o público em geral acerca de assuntos do interesse em comum à sociedade, como o cenário macroeconômico de 2023, inovação, longevidade, planejamento financeiro e cooperativismo. Mais de 1,5 mil pessoas acompanharam os debates presencialmente e de forma virtual, realizados em programação de 12 a 14 desse mês, na EXPO MAG, no Rio de Janeiro.

A respeito das expectativas para o futuro, Nuno estima um crescimento de 30% no lucro líquido da companhia em 2023. “Somando os clientes da MAG e da Sicoob, com quem temos uma joint venture, ultrapassamos a marca de 6 milhões de clientes ativos. Multipliquem isso por três, que é a média de pessoas protegidas em uma família, e então temos uma equivalência a quase 10% da população brasileira”, explicou o executivo. “Em 2022, superamos R$ 60 milhões em vendas novas, contabilizando apenas clientes novos. É um grande orgulho para nós, e é assim que conseguimos manter nossa posição de protagonismo no mercado”, afirmou.

Gestão inovadora
Nuno afirma que o segredo para o sucesso é a gestão. “Somos uma empresa centenária, mas conseguimos mudar e nos adaptar com rapidez. Isso é indispensável. Nenhum cliente vai conversar conosco se não nos mostrarmos preparados para conversar da forma que ele entende e percebe”, explicou.

Publicidade
Seguro PASI

Sobre o mesmo tema, em coletiva de imprensa durante o Potencialize, Helder Molina, CEO da MAG Seguros, afirmou que deixou de se pautar pela macroeconomia debatida na imprensa e prioriza em sua gestão a melhoria constante. “Tento não me deixar contaminar com as manchetes, que mudam diariamente, e foco no médio e longo prazo com otimismo. Tenho certeza de que o Brasil estará entre as maiores economias do mundo em alguns anos. Minha prioridade diária é descobrir quais processos precisamos melhorar. Quais coisas novas preciso fazer para proteger famílias. Isso é a minha gasolina, que me faz acordar cedo e ter um prazer enorme em trabalhar. Essa é a prioridade da minha gestão”, informou aos mais de trinta jornalistas presentes.

Artigos Relacionados

Comentários

Deixe uma resposta