Os carros mais seguros do Brasil, segundo o Cesvi

Ranking mostra quais veículos têm mais itens de segurança para evitar acidentes ou minimizar danos aos passageiros e pedestres em colisões

O Ford Focus Hatch Titanium Plus 2.0 AT é o carro mais seguro entre os mais vendidos no Brasil, de acordo com o Índice de Segurança divulgado pelo Centro de Experimentação e Segurança Viária da Mapfre (Cesvi).

Publicidade

Criado em 2008, o Cesvi atualizou a metodologia do índice, já que desde então itens como o sistema de freios ABS e o airbag se tornaram obrigatórios, a alta tecnologia chegou aos veículos e o consumidor ficou mais exigente.

Na nova versão do estudo, os veículos são classificados numericamente e por estrelas. Os dois critérios facilitam a comparação entre os modelos, já que mesmo que dois veículos empatem na classificação por estrelas, eles serão diferentes na pontuação numérica.

Quanto menor for o número da nota (entre 10 e 60), melhor a classificação. Já na pontuação por estrelas, (de 1 a 5), quanto mais estrelas, melhor é a posição do carro no ranking.

Publicidade
HDI Seguros no JRS

A pontuação de cada veículo é baseada em seu desempenho em cinco grupos básicos de equipamentos de segurança: Seguranças Ativa e Passiva; Assistências à Condução e a Segurança e Proteção ao Pedestre.

O ranking inclui os veículos mais vendidos em 2015, de acordo com dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Fazem parte do estudo 293 versões de 58 veículos, fabricados por 14 montadoras. Essa amostra representa cerca de 90% dos veículos novos comercializados no ano passado.

Veja abaixo os veículos mais bem classificados no Índice de Segurança elaborado pelo Cesvi Brasil:

1º lugar: Ford Focus Hatch Titanium Plus 2.0 AT
Índice: 22
Estrelas: 4

2º lugar: Jeep Renegade Limited Edition
Índice: 23
Estrelas: 4

3º lugar: Ford Ranger Limited 3.2 Diesel 4×4 AT
Índice: 25
Estrelas: 4

4º lugar: Jeep Renegade 1.8
Índice: 25
Estrelas: 4

5º lugar: Jeep Renegade Longitude
Índice: 25
Estrelas: 4

6º lugar: Jeep Renegade Sport
Índice: 25
Estrelas: 4

7º lugar: Jeep Renegade Sport 75 anos
Índice: 25
Estrelas: 4

8º lugar: Jeep Renegade Trailhawk
Índice: 27
Estrelas: 4

9º lugar: Ford Focus Hatch SE Plus 1.6
Índice: 27
Estrelas: 4

10º lugar: Ford Focus Hatch SE Plus 2.0 AT
Índice: 27
Estrelas: 4

11º lugar: Ford Ranger XLT 3.2 Diesel 4×4 AT
Índice: 28
Estrelas: 4

12º lugar: Volkswagen Golf GTI 2.0 TSI
Índice: 28
Estrelas: 4

13º lugar: Honda Civic Touring
Índice:29
Estrelas: 4

14º lugar: Ford Ranger Limited 2.5 Flex – MT
Índice: 29
Estrelas: 4

15º lugar: Ford Ranger XLS 2.2 Diesel 4×4 – MT
Índice: 29
Estrelas: 4

16º lugar: Honda Civic EX
Índice: 29
Estrelas: 4

17º lugar: Honda Civic EXL
Índice: 29
Estrelas: 4

18º lugar: Honda Civic Sport
Índice: 29
Estrelas: 4

19º lugar: Ford Ecosport FreeStyle PLUS 1.6 AT
Índice: 29
Estrelas: 4

20º lugar: Ford Ecosport Titanium 2.0 AT
Índice: 29
Estrelas: 4

21º lugar: Ford Focus Hatch SE Plus 1.6
Índice: 29
Estrelas: 4

Metodologia

No grupo Segurança Ativa são avaliados equipamentos que buscam evitar acidentes, como sistemas de antitravamento das rodas (ABS) e de assistência à frenagem (BAS); distribuição eletrônica de frenagem (EBD) e controles eletrônicos de estabilidade (ESC) e de tração (TCS).

Em Segurança Passiva, que tem como objetivo amenizar os ferimentos aos ocupantes em acidentes, 18 itens são analisados, incluindo barras de proteção lateral, acessório para retenção de crianças no banco traseiro, encosto de cabeça para todos os ocupantes e airbags.

A Assistência à Condução reúne um grupo de equipamentos que auxiliam o motorista na condução do veículo. Entre os 16 itens analisados, estão detectores de faixa (sistema que alerta o motorista em caso de sonolência ou distração ao sair repentinamente de uma faixa), desembaçador traseiro e limitador de velocidade.

Em Assistência à Segurança foram avaliados cinco equipamentos que alertam o motorista sobre as condições de uso do veículo: alerta de desativação de airbag, de uso de cinto de segurança e detector de fadiga.

No grupo Proteção ao Pedestre são avaliados componentes que buscam amenizar ferimentos em caso de atropelamento, como capô ativo (sistema que aciona as dobradiças do capô), barras de proteção (localizadas na região dianteira dos veículos) e airbag para pedestres.

Artigos Relacionados