Susep focada no fomento à indústria de seguros

Este foi o tema do último almoço do CVG-RJ

Nunca o Brasil precisou tanto de líderes. Essa foi a mensagem deixada pelo titular da Superintendência de Seguros Privados (Susep), Joaquim Mendanha de Ataídes, no almoço em sua homenagem realizada pelo Clube Vida em Grupo do Rio de Janeiro (CVG-RJ) no dia 30 de novembro. O presidente do Clube, Carlos Ivo Gonçalves, agradeceu a presença do superintendente ao fazer a abertura do evento.

Publicidade

“Usem a liderança para ajudar o mercado a ocupar uma posição de destaque cada vez maior na economia”, recomendou Mendanha. Em um ano e 5 meses de mandato, ele focou suas ações nesse objetivo.“Não é novidade que sempre houve certa dificuldade em incluir o seguro na agenda do governo, e hoje encaramos esse desafio”, conta.

Para isso, Mendanha aposta não apenas na regulação fundamentada em um amplo diálogo com todos os agentes do mercado, mas, também, no fomento ao empreendedorismo. “A autarquia deve criar um ambiente propício para que empresas possam incrementar seus negócios e o consumidor tenha acesso a produtos com preço justo, adequados às suas necessidades. Portanto, precisamos ouvir sempre”, avalia.

Nesse sentido,a sua gestão reativou o comitê de relações com o mercado e criou uma série de comissões técnicas. “A norma sozinha, sem reciprocidade do setor, não funciona”, completa o superintendente. Em outras frentes, ele investe na qualificação constante de seu corpo técnico e busca atuar de forma proativa, antecipando possíveis demandas antes que se tornem problemas. Além disso, preza pela avaliação do impacto regulatório.

Publicidade
HDI Seguros no JRS

Os resultados até agora foram, entre outros,a aprovação do mercado de anuidade no PGBL e VGBL, da cobertura por sobrevivência oferecida em plano de previdência complementar aberta(transferência de riscos) e um novo modelo com mais segurança jurídica para empresas de capitalização.

O presidente da CNseg, Marcio Coriolano,também presente, destacou ainda a eficiência com que Mendanha destravou outros projetos de interesse do mercado e o fato de sua primeira iniciativa ter sido conferir à sua agenda enorme transparência. “Ele tem a habilidade de combinar autoridade e diálogo, o que é raro”, elogiou.

O presidente do Sincor-RJ, Henrique Brandão,aproveitou a ocasião para ressaltar a importância do recadastramento dos corretores do Rio. “Apenas 25% se recadastraram até o momento”, alertou. O prazo estipulado pela Susep vai apenas até 15 de dezembro.

O titular da Susep foi duplamente homenageado no final do encontro, recebendo uma placa de agradecimento e um título de honra ao mérito do CVG-RJ. O presidente Carlos Ivo Gonçalves fez a entrega ao lado do presidente da CNseg, Marcio Coriolano, do presidente do Sincor-RJ, Henrique Brandão, e do presidente do Conselho Consultivo do CVG-RJ, Ênio Miraglia.
O almoço contou, ainda, com a comemoração do aniversário do presidente da CNseg, Marcio Coriolano, que aconteceu na mesma data do evento, com bolo e parabéns.

Artigos Relacionados