Telemedicina deve seguir em destaque no próximo ano

Modalidade amplia possibilidades de atuação do setor da saúde

Ter o contato com o médico a um clique de distância é algo que mudou o cenário de atendimento na saúde. Viabilizando custos e gerando acessibilidade, a telemedicina também foi uma grande impulsionadora de startups no setor. Segundo a Federação Nacional de Saúde Suplementar (Fenasaúde), os serviços privados de saúde no País cresceram 3,5% entre 2021 e 2022, em boa parte influenciados pelas novas oportunidades que a tecnologia proporcionou.

Publicidade

Vitor Moura, CEO da VidaClass Saúde, afirma que “esse crescimento se deve muito à tecnologia. E, a partir do momento que isso significa mais acessibilidade, as novas ferramentas devem ter seu uso ampliado”.

Com telemedicina disponível o dia todo e em todos os dias, as assinaturas da VidaClass Saúde conseguem representar a otimização de custos e o melhor aproveitamento na relação empresa e consumidor. “Olhando para o todo, a telemedicina tem ajudado no alcance do atendimento primário, levando apoio especializado para lugares mais isolados – inclusive sendo uma alternativa usada por muitos projetos sociais da área. Como ferramenta nos serviços privados, ela consegue empoderar o público em relação ao que vai ser o atendimento, quanto tempo será necessário para uma consulta e em outros pontos que acabam incentivando o cuidado com a saúde”, completa Moura.

Uma plataforma completa

Publicidade

Com o propósito de empoderar as pessoas em suas escolhas de serviços de saúde, a VidaClass Saúde possui contratação, agendamento e pagamento on-line, simplificando o processo de acesso à saúde, e disponibiliza diversos filtros e opções para que o público possa ter mais poder de decisão.

Além de oferecer consultas presenciais e por telemedicina, exames e serviços que garantem internação hospitalar, vida e assistência, a VidaClass Saúde disponibiliza descontos e entrega em domicílio de medicamentos por meio da farmácia digital VC Delivery.

Artigos Relacionados