Tensão na Europa: seguros de transporte internacional não englobam países sob embargo econômico

É o caso de Ucrânia e Rússia, conforme indica especialista

O noticiário mundial voltou-se para o leste europeu nesta quinta-feira (24). A Rússia decidiu partir para o ataque contra a Ucrânia e o mercado financeiro reagiu imediatamente em um dia turbulento tanto nas bolsas, como no câmbio de todo o planeta.

Publicidade
Viver Bem Corretora de Seguros no JRS

Especialista em seguros internacionais, o corretor de seguros Aparecido Rocha reitera que não devem haver mudanças no seguro de transporte internacional na região, uma vez que “praticamente não se consegue efetuar seguro para mercadorias negociadas com países com embargo econômico. Ucrânia e Rússia estão listados com embargos”, explica.

De acordo com Aparecido, o mercado segurador global adotou a posição de não aceitar seguro de transporte internacional envolvendo países com embargo determinado pelos EUA. “Pelas normas de compliance de alguns grupos seguradores internacionais, suas subsidiárias são proibidas de efetuar seguro de transporte, cuja ‘origem’ ou ‘destino’ seja países relacionados pela OFAC – Office of Foreign Asset Control, um departamento do governo norte-americano, responsável por implementar as sanções econômicas e comerciais e, periodicamente, estabelecer e atualizar a lista de países embargados”, completa.

Artigos Relacionados