THB alerta para riscos das indústrias de Alimentos e Bebidas

Setor essencial para a economia pode mitigar riscos com medidas simples

Mesmo com os grandes desafios decorrentes da pandemia de COVID-19, as indústrias de alimentos e bebidas apresentam perspectivas promissoras para 2021 e, também, tiveram um bom ano em 2020. A grande produção, no entanto, está atrelada a riscos que podem impactar o sucesso dos negócios e os seguros para este segmento, ligados a boas práticas de segurança, são os principais aliados dessa indústria.

Publicidade
C Josias & Ferrer no JRS

Entre os principais riscos, podemos citar a segurança nos processos que devem seguir rígidos padrões zelando pela saúde e bem-estar dos funcionários. É preciso estar atento à maneira como os colaboradores manipulam os alimentos e as matérias-primas, como é feito o armazenamento e a higiene do local.

Não menos importante é a questão da contaminação e deterioração dos produtos. Mudanças climáticas, danos ao local de armazenamento e manipulação errada podem prejudicar os alimentos e torná-los impróprios para uso.

“Compreender onde estão suas exposições de risco permite um planejamento adequado dos seguros e dos protocolos de segurança”, diz Camila Feriani, Head de Varejo, Alimentos e Bebidas da THB Brasil.

Publicidade
Agrifoglio Vianna no JRS

Uma interrupção na cadeia de abastecimento também compromete o negócio porque nem sempre é fácil conseguir um substituto rapidamente e os clientes podem deixar de consumir o produto por notar diferenças. Algumas apólices de seguros ligadas ao setor de Alimentos e Bebidas cobrem essa interrupção, mas de forma limitada, portanto, a executiva aconselha que os empresários mantenham fornecedores alternativos testados, aprovados e com capacidade de apoio caso o fornecedor principal tenha problemas.

Durante a pandemia, tornou-se evidente um outro fator de risco: a segurança dos colaboradores, mas a responsabilidade para com o funcionário vai muito além dos momentos de pandemia. Casos de assédio, acidentes, brigas, uso inadequado de equipamentos de segurança e várias formas de conflitos internos devem ser mitigadas no ambiente de trabalho e, para isso, o treinamento e a comunicação transparente ainda são as formas mais eficazes de controlar e prevenir essas situações. Em apoio a estes casos, os seguros de responsabilidade civil fazem sua parte.

“Assumir riscos calculados auxilia a gestão e a continuidade dos negócios e transferir estes riscos para os seguros garante tranquilidade aos empresários do setor”, conclui Camila.

Artigos Relacionados