Três dicas para se tornar um líder admirável

Instrutora de liderança na Udemy, Pilar Sanchez Albaladejo, ensina como ser um exemplo na gestão de profissionais

Para as empresas, possibilitar que os profissionais desenvolvam power skills – como também são conhecidas as soft skills ou as habilidades comportamentais – relacionadas à liderança é uma das chaves para a agilidade e uma cultura organizacional forte. Isso é o que diz o mais recente relatório da Udemy Business, o 2022 Workplace Learning Trends, sobre as tendências de aprendizado corporativo para este ano.

Publicidade
SulAmérica

Entretanto, aprender a liderar não deve ser um objetivo apenas dos profissionais em cargos de gestão – pode ser importante, inclusive, para quem acaba de ingressar no mundo corporativo. Principalmente enquanto as empresas ainda estão lidando com os desafios derivados da pandemia, como as equipes trabalhando em home office, as habilidades de liderança podem ajudar os profissionais a comandarem as mudanças necessárias, sempre com estratégia e sem deixar de motivar os colegas.

Segundo o relatório, entre 2020 e 2021, as três habilidades relacionadas a liderança e gestão que mais cresceram em consumo por parte dos profissionais (no caso, os funcionários dos milhares de clientes corporativos da Udemy Business) foram diversidade e inclusão (um aumento de 205%), a metodologia de gestão OKR (um aumento de 184%) e pensamento estratégico (um aumento de 119%).

A instrutora de liderança na Udemy, Pilar Sanchez Albaladejo, dá algumas dicas para quem quer se tornar um líder admirado pela equipe e colegas. Veja a seguir:

Publicidade
Seguro PASI

1 – O aprendizado online é um aliado

Para Albaladejo, o ensino online possibilitou que o acesso à educação, inclusive sobre liderança, fosse democratizado. “O aprendizado online nos possibilita aprender de qualquer lugar e a qualquer hora e, dessa forma, aprender sempre, ser um lifelong learner, alguém que nunca para de aprender. Os verdadeiros líderes são lifelong learners. Por isso, o aprendizado online é perfeito para eles”, afirma.

2 – Habilidades como autogerenciamento e tolerância ao stress são aliadas dos bons líderes

Além das competências que mais cresceram em consumo por parte dos profissionais entre 2020 e 2021, outras habilidades relacionadas à liderança, como autogerenciamento, resiliência, tolerância ao stress e flexibilidade também são muito valiosas para quem busca ser um exemplo enquanto líder, de acordo com Albaladejo.

O novo relatório da Udemy Business também mostra as habilidades que mais cresceram em consumo levando em consideração um período mais longo, de 2017 a 2021. O pensamento estratégico ocupou o primeiro lugar nessa lista, com um crescimento de 331% em consumo. Em segundo lugar, ficaram diversidade e inclusão, com um crescimento de 324% em consumo.

3 – Os líderes devem cobrar resultados, mas não a qualquer preço

Alguns meses após o início da pandemia, muitos países, como os Estados Unidos e a Alemanha, passaram a perceber uma tendência entre os seus profissionais de se demitirem – eles estavam deixando os seus empregos por não estarem contentes com questões como a volta prematura aos escritórios.

Para evitar situações como essa, os líderes precisam se capacitar para não se tornarem gestores autoritários e microgerenciarem tarefas, segundo Albaladejo. “Eles devem cobrar resultados, mas não a qualquer preço. Precisamos de líderes empáticos, que sejam capazes de compreender a complexidade das relações humanas e da interação dos profissionais com o trabalho”, diz a especialista.

Artigos Relacionados