Variação do seguro na Grande São Paulo pode passar de 141%

Cálculo do seguro de automóvel no Brasil é um dos mais complexos do mundo

O cálculo do seguro de automóvel no Brasil é um dos mais complexos do mundo. São muitas variáveis que influenciam o cálculo. Dentre várias delas pode se destacar o CEP da residência, idade do condutor, estado civil, histórico de sinistros e também o veículo.

Publicidade
Chubb no JRS

Para exemplificar vamos considerar uma pessoa de 30 a 34 anos, masculino, casado, classe de bônus de seguro 0 (nunca ter acionado o seguro) e que reside na região Metropolitana de São Paulo. O seguro médio gira em torno de 8,4% do valor do *Onix.

Tomamos que o valor do veículo é de R$ 50 mil, o seguro em média custa R$ 4.200. Porém, se compararmos entre as cidades da Região Metropolitana de São Paulo a variação pode ser bem grande, de acordo com Emir Zanatto, COO da TEx. “Em Cajamar o mesmo seguro pode ficar por R$ 6.650 e em Barueri por R$ 2.750. A variação do preço por região geralmente está associada às diferentes taxas de roubo e furto, por exemplo”, explica.

Para o executivo, é essencial que o cliente e corretor forneçam informações exatas na contratação do seguro. “Assim como a informação precisa é importante para a contratação, precificação do seguro, uma informação incorreta pode ocasionar no não pagamento do sinistro pela Seguradora. É sempre importante ter atenção as informações que constam na Apólice de seguro e pedir o ajuste para o Corretor se for necessário”, finaliza.

Publicidade

*Adotamos o modelo da Chevrolet por ser o mais vendido no primeiro semestre deste ano, segundo dados da Fenabrave (Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores)

Artigos Relacionados