Comércio ilegal de peças e segurança no trânsito são temas de seminário no RS 1826

Comércio ilegal de peças e segurança no trânsito são temas de seminário no RS

Encontro foi promovido pela Fenacor, Sincor-RS e Escola de Negócios e Seguros (ENS)

Na última terça-feira (12), o mercado gaúcho de seguros foi contemplado com um amplo debate sobre o comércio clandestino de autopeças, acidentologia e vitimização no trânsito. O encontro foi promovido pela Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), Sindicato dos Corretores do Rio Grande do Sul (Sincor-RS) e Escola de Negócios e Seguros (ENS) e foi realizado no Salão Nobre da Federasul, em Porto Alegre (RS).

Um dos pontos centrais do evento foi a discussão sobre a efetiva implementação da Lei Federal 12.977/2014 – que regula e disciplina a atividade de desmontagem de veículos automotores no Brasil. Segundo Carlos Alberto Valle, vice-presidente de Relações com o Mercado da Fenacor, o encontro foi importante para dimensionar as diversas questões relacionadas à segurança viária e de veículos automotores. “Sem o DPVAT, por exemplo, vamos precisar, cada vez mais, de laudos bem feitos. As pessoas precisarão ter muito mais responsabilidade, pois é preciso acordar que ninguém acionará um causador de acidente com o valor de R$ 13,500 – como previa o Seguro Obrigatório. A conta vai sair cara e só através de um seguro particular é que isso pode ser coberto”, explicou ao enfatizar que a introdução da Lei Seca foi de extrema importância para inibir uma série de delitos.

Segundo a Promotora de Justiça, Ana Cristina Petrucci, é muito importante incluir a sociedade na discussão deste tema. “Isso é necessário para que possamos melhorar esse panorama. As pessoas precisam voltar os olhos para a questão do trânsito e enxergar a relevância da segurança dele para cada um de nós”, enfatizou ao demonstrar que diariamente depara-se com a realidade dos acidentes de trânsito.

O combate ao comércio de peças irregulares é uma das prioridades do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS), segundo a Diretora Institucional, Diza Gonzaga, isso também auxilia na redução do número de sinistros. “O Detran-RS tem feito uma força-tarefa para que possamos tirar do mercado os antigos ‘ferros-velhos’. A educação, no entanto, é o pilar mais importante – pois é o que garantirá que em um futuro próximo nós teremos números bem menores de vítimas do trânsito. Através da conscientização nós vamos garantir em médio e longo prazo que nosso País vai sair do ranking da morte”, comenta.

Outro painel abordou a Lei do Desmonte. Participaram representantes dos órgãos de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, do Comando do Policiamento Rodoviário da Brigada Militar, da Policia Rodoviária Federal, e outros.

Seminário sobre comércio ilegal de peças e segurança no trânsito no RS

A fantástica trajetória de Altevir Prado, Superintendente da Bradesco Seguros na Região Sul 51469

Este e outros destaques do mercado brasileiro de seguros estão na edição 231 da Revista JRS

Uma famosa frase da empresária Mary Kay Ash diz que “Não crie limites para si. Você deve ir tão longe quanto sua mente permitir. O que você mais quer pode ser conquistado”. Vivência e a observação são a melhor forma de se dominar determinadas habilidades, uma vez que para cada pessoa existem questões que fazem mais ou menos sentido para sua trajetória pessoal ou profissional, por exemplo. Neste sentido, a Revista JRS sempre busca apresentar histórias inspiradoras de pessoas relevantes nos segmentos de economia e negócios. Assim foi com Altevir Prado, Superintendente Executivo da Bradesco Seguros na Região Sul. O profissional, referência para o mercado brasileiro de seguros, foi um dos últimos entrevistados por nosso fundador, Jota Carvalho.

A edição 231 da publicação mensal do Jornal Regional de Seguros ainda traz uma cobertura especial da 3ª edição do evento Corretor do Futuro, promovido pela Kuantta Consultoria, no Rio de Janeiro. Outro especial desta edição foi realizado durante o 21º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros, que aconteceu em outubro, na Costa do Sauípe (BA). Os destaques do mercado de seguros recheiam as 52 páginas da Revista JRS – tenha uma excelente leitura!

RS: Clube da Bolinha em Seguros comemora mais um ano de integração total 1018

RS: Clube da Bolinha em Seguros comemora mais um ano de integração total

Entidade conta com trajetória de mais de 6 décadas

O mais tradicional clube de executivos do mercado gaúcho de seguros comemorou o fechamento de 2019 com integração total entre os membros da confraria. O Clube da Bolinha em Seguros do Rio Grande do Sul conta com mais de 6 décadas de atuação e o encontro aconteceu na sede da Fundacred, em Porto Alegre (RS) e o JRS registrou em imagens especiais, clicadas pelo fotógrafo Bernardo Souza.

Todas as imagens – Encontro de final de ano do Clube da Bolinha (RS):

CSP-MG é agraciado com a Medalha do Mérito Segurador 748

CSP-MG é agraciado com a Medalha do Mérito Segurador

Maior Honraria do mercado foi concedida pelo SindSeg MG/GO/MT/DF

O Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG) recebeu a Medalha do Mérito Segurador, conferida pelo SindSeg MG/GO/MT/DF, durante a confraternização do setor, realizada no dia 29 de novembro, no Espaço Ilustríssimo, em Belo Horizonte.

A comenda é destinada a personalidades do mercado, instituições, e membros da sociedade civil que se destacam pelo desenvolvimento do mercado de seguros.

João Paulo Mello: “honraria é a mais importante que o Clube recebeu ao longo de sua trajetória”
João Paulo Mello: “honraria é a mais importante que o Clube recebeu ao longo de sua trajetória”

Muito emocionados, o presidente do CSP-MG, João Paulo Moreira de Mello, e o vice-presidente, Sergio Prates Nogueira Filho, receberam a medalha das mãos do presidente do Sindicato das Seguradoras, Augusto Frederico Costa Rosa de Matos.

“Agradeço ao presidente e à toda diretoria por reconhecer o trabalho do Clube, cuja missão é disseminar a cultura dos seguros de pessoas no Estado e no País. Essa honraria é consequência de um trabalho sério e muito dedicado que completou nove anos. Muitas pessoas contribuíram para que chegássemos até aqui”, ressaltou Mello. E completou: “certamente o SindSeg é um dos principais incentivadores do CSP-MG desde sua fundação, junto com o Sincor-MG e a Escola de Negócios e Seguros, além das beneméritas que acreditam na instituição e a sustentam financeiramente. Estamos honrados e felizes com essa homenagem, a mais importante que recebemos ao longo da trajetória da instituição”.

Também estiveram presentes na solenidade os diretores, assessores e conselheiros do CSP-MG, entre eles Rogério Gebin, Mauricio Tadeu, José Bregunci, Hélio Loreno, Juliana Queiroz, Fernanda Machado, Landulfo Ferreira, Ronaldo Gama, Eduardo Diniz, Leandro Godinho, Giuliano Baeta, Elizabet Fonseca e Denize Pena.

Augusto Matos, presidente do SindSeg MG/GO/MT/DF, entrega a medalha ao presidente do CSP-MG, João Paulo Moreira de Mello, e ao vice-presidente da entidade, Sergio Prates
Augusto Matos, presidente do SindSeg MG/GO/MT/DF, entrega a medalha ao presidente do CSP-MG, João Paulo Moreira de Mello, e ao vice-presidente da entidade, Sergio Prates

Este ano, além do CSP-MG, o SindSeg MG/GO/MT/DF também homenageou as seguintes entidades: Clube dos Corretores de Seguros de Minas Gerais (Clubcor-MG), Associação das Agências, Assessorias e Consultorias de Seguros do Estado de Minas Gerais (Aconseg-MG), Clube da Bolinha de Minas Gerais e a Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP).

Aconseg-MG prestigia confraternização da Aconseg-SP 423

Aconseg-MG prestigia confraternização da Aconseg-SP

Jader Abreu, atual presidente, e Robson Carneiro, presidente eleito da entidade mineira, participaram do evento

O recém-eleito presidente da Aconseg-MG, Robson Augusto Carneiro, e o atual presidente da entidade, Jader Pereira de Abreu Filho, prestigiaram o evento de confraternização da Aconseg-SP, que ocorreu no dia 26 de novembro, na capital paulista.

Na ocasião, foi apresentada a nova diretoria da Aconseg-SP, que será comandada, a partir de janeiro do próximo ano, pelo empresário Helio Opipari Junior. O executivo reforçou o compromisso da nova gestão “de atuar pela construção de um ambiente colaborativo, ético e de boa convivência, buscando sempre as melhores práticas do mercado”.

Robson Carneiro (presidente eleito da Aconseg-MG), José Aldalberto Ferrara (presidente da Tokio Marine Seguradora) e Jader Abreu (atual presidente da entidade), durante jantar comemorativo da Aconseg-SP / Divulgação (Aconseg-SP)
Robson Carneiro (presidente eleito da Aconseg-MG), José Aldalberto Ferrara (presidente da Tokio Marine Seguradora) e Jader Abreu (atual presidente da entidade), durante jantar comemorativo da Aconseg-SP / Divulgação (Aconseg-SP)

Jader Abreu elogiou o trabalho desenvolvido pela Aconseg-SP. “Desde sua fundação, a instituição tem colaborado de forma significativa para a evolução do mercado de assessorias. O atual presidente Marcos Colantonio e toda diretoria estão de parabéns. Que a nova gestão seja bem-sucedida em seus objetivos.”, ressaltou.

Robson Carneiro parabenizou a entidade paulistana pelo acontecimento. “Foi de grande relevância a nossa participação no jantar comemorativo da Aconseg-SP. A confraternização foi marcada pela perspectiva positiva a respeito do crescimento do mercado nos próximos anos. Em conversa com as principais lideranças das seguradoras, percebemos o otimismo de todos. Parabenizo a diretoria da entidade pelo excelente evento e desejo sucesso para os próximos anos”, enfatizou o empresário, que estará à frente da Aconseg-MG no biênio 2020/2021.

Análise: 2019 comprova resiliência do setor de seguros 1825

Análise: 2019 comprova resiliência do setor de seguros

Apesar de cenário econômico desfavorável, estudo realizado pelo Sindseg-SP e Sincor-SP aponta crescimento de dois dígitos do mercado de seguros

“O mercado de seguros brasileiro tem se mostrado resistente e flexível diante do momento econômico mais complicado do País, devendo, mais uma vez, ter crescimento real de receita neste ano”, é o que diz a última edição da Carta de Conjuntura do Setor de Seguros, produzida pelo Sindicato das Empresas de Seguros e Resseguros (Sindseg-SP) e pelo Sindicato de Empresários e Profissionais Autônomos da Corretagem e da Distribuição de Seguros do Estado de São Paulo (Sincor-SP).

Segundo o estudo, apesar do cenário desfavorável, o mercado de seguros deve fechar 2019 em alta. Um dos destaques é o segmento de pessoas, com taxas de crescimento acima de 10% ao ano.

Nos ramos típicos de seguros, como automóvel, pessoas, residencial, empresarial, etc., a variação acumulada foi de +8% em valores até outubro. Já na separação, os ramos elementares registraram faturamento de R$ 6,4 bilhões, influenciados pela queda da receita do DPVAT.

Os seguros de pessoas conseguiram registrar faturamento de R$ 3,7 bilhões até outubro deste ano. O segmento está crescendo acima de 15% nos últimos anos, superando a taxa de inflação.

Confira a Carta de Conjuntura.