A relevância do tratamento precoce da espasticidade no pós-AVC

No dia 13 de julho, às 16 horas, iniciativa abordará os benefícios clínicos do tratamento prévio

A Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) promoverá no dia 13 de julho, às 16h, uma live sobre a relevância do tratamento precoce da espasticidade no pós-AVC, abordando o seu impacto na gestão de recursos na saúde suplementar e também os benefícios clínicos causados por esse procedimento. A iniciativa, que conta com o apoio da empresa biofarmacêutica americana Abbvie, também irá retratar como a intervenção pode influenciar na diminuição do impacto farmacoeconômico para o pagador.

Publicidade
Seguro PASI

Sequela comum em quem sofre alguma doença neurológica, a espasticidade provoca lesões de células do sistema nervoso responsáveis pelo controle dos movimentos voluntários, como é o caso do AVC. Para a discussão sobre este tratamento, o evento terá a participação dos palestrantes convidados Professor e Doutor Eduardo de Melo C. Rocha, Presidente da Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação; Ana Paula Fonseca, Coordenadora do Centro de Bloqueios do Instituto de Fisiatria, Reabilitação e Tratamento da Dor. e Alberto J. N. Ogata, Pesquisador e Professor do MBA da Abramge.

Inscrições gratuitas em: https://cutt.ly/gKzvBTK.

Artigos Relacionados