Artigo: O impacto das soluções digitais no trabalho do médico

Confira coluna do Dr. Gino Antonio Romero Ichazo, médico Responsável Técnico da DOC24

Os avanços tecnológicos mudaram drasticamente, e de maneira positiva, o dia a dia dos médicos. Agora, o profissional da saúde tem a oportunidade de acompanhar seu paciente de forma mais frequente, rápida e eficiente. Entre os novos dispositivos e ferramentas tecnológicas que surgiram, destaco que especialmente a telemedicina facilitou muito essa aproximação, trazendo qualidade de vida tanto para o paciente, quanto para o profissional da saúde.

Publicidade
Icatu Seguros no JRS

De acordo com dados da Saúde Digital Brasil (Associação Brasileira de Empresas de Telemedicina e Saúde Digital), mais de 7,5 milhões de atendimentos foram realizados via telemedicina, por mais de 52,2 mil médicos, no Brasil entre 2020 e 2021.

Além disso, acredito também que a telemedicina proporcionou, primordialmente, flexibilidade no trabalho. Segundo um levantamento da empresa onde eu trabalho, mais de 90% dos casos foram resolvidos sem necessidade de atendimento presencial. Diversas áreas da saúde passaram a atuar de forma online, sem perder a qualidade que tinham no atendimento presencial, o que pode ser medido inclusive pelos índices de satisfação dos pacientes, que são bastante elevados.

Algumas áreas da medicina, em especial as que independem de exame físico presencial, como saúde mental e nutrição, contaram com aumento significativo de procura desde o início da pandemia. Isso fez com que esses profissionais pudessem continuar atendendo seus pacientes, mesmo com a necessidade de isolamento social, o que resultou em ganho econômico para os médicos que aderiram à telemedicina.

Publicidade
C Josias & Ferrer no JRS

Já a inteligência artificial vem ganhando cada vez mais espaço na área da medicina, de maneira rápida e eficiente. A combinação, na área da saúde, do físico com o digital, através de novas ferramentas inteligentes, são uma das mudanças mais notórias.

A implantação dessas novidades tem gerado um novo perfil de paciente. É seguro afirmar que ele tem se mostrado cada vez mais informado, o que faz com o profissional da saúde precise se habituar a lidar com pessoas mais exigentes, questionadoras e acostumadas com rapidez. A telemedicina veio ao encontro do interesse desse paciente, também, pois a comodidade gerada é um dos maiores desejos das pessoas, em especial das novas gerações.

Não é segredo que temos um caminho bastante extenso a ser percorrido na saúde digital. Barreiras de comunicação, econômicas e tecnológicas só poderão ser superadas com o trabalho em conjunto da sociedade com o governo. A implementação de estratégias focadas na eliminação dessas barreiras não terá resultados imediatos, mas é imprescindível focar nas áreas mais carentes e remotas, que não tenham fácil acesso a profissionais especializados, a fim de que o atendimento de saúde de qualidade esteja ao alcance de todos, de forma igualitária, não apenas nos grandes centros urbanos.

Artigos Relacionados