Brasilseg cresceu 30,7% em prêmios emitidos em 2022

Número corresponde a R$ 15,77 bilhões arrecadados; seguro rural, prestamista e empresarial de destacam na composição do resultado

A Brasilseg, uma empresa BB Seguros, apresentou o resultado consolidado de 2022 com prêmios emitidos no valor de R$ 15,77 bilhões. O montante representa um aumento de 30,7% em relação ao ano anterior. Os ramos de Rural e Prestamista foram os principais impulsionadores do resultado, com crescimentos de 51,8% e 26,3%, respectivamente.

Publicidade

O lucro líquido da seguradora em 2022 atingiu R$ 2,8 bilhões, um expressivo aumento de 93,7% em relação a 2021. O crescimento de 20,8% dos prêmios ganhos retidos (valor proporcional do prêmio pago que fica em poder das seguradoras em uma operação de resseguro), e a queda de 8,3% da sinistralidade, ocasionada pela forte redução de sinistros relacionados à Covid-19 em produtos com cobertura de morte, são as principais razões para o resultado. Também foi robusta a performance dos seguros comercializados fora do canal banco: em 2022 a Brasilseg emitiu R$ 1 bilhão em prêmios via parceiros, sendo que somente a receita resultante das vendas de seguros rurais nesta modalidade superou a da 2ª maior seguradora do segmento.

“Esses números reforçam a solidez da empresa e a confiança dos clientes, demonstrando a consistência da operação e o enfoque da administração em gerar valor para os acionistas. O excelente crescimento do lucro líquido da Brasilseg também aponta um momento de reequilíbrio não só da companhia, mas do setor securitário como um todo, após o auge da pandemia. A queda expressiva na sinistralidade do seguro de vida e demais produtos com cobertura de morte praticamente neutralizaram financeiramente as perdas ocasionadas no segmento rural, com o fenômeno La Niña”, comenta Rogério Idino, presidente da Brasilseg, uma empresa BB Seguros. “Trata-se do melhor resultado da história da Brasilseg e é o segundo ano consecutivo em que alcançamos esta marca, o que evidencia o alcance de um crescimento sustentável da empresa” complementa o executivo.

Outro destaque da empresa no ano foi o crescimento dos seguros massificados, que aumentaram 26,9% em 2022. A Brasilseg alcançou 6,1% de participação de mercado neste ramo. O seguro Residencial também teve um aumento de 18,3% no ano; enquanto o Empresarial, que foi relançado com uma nova estrutura e coberturas e assistências modulares, cresceu 15,7%. Em relação ao último trimestre de 2022, os prêmios emitidos da Brasilseg cresceram 31,7% em relação ao mesmo período de 2021.

Publicidade
C Josias & Ferrer no JRS

Rural, Empresarial e Prestamista
Líder absoluta no mercado de seguros rurais, a Brasilseg obteve um aumento de 51,8% no segmento em 2022 por conta da expansão do Plano Safra, que trouxe 36% mais recursos para a agricultura nacional em comparação com o ano anterior. Isso permitiu uma durabilidade maior dos recursos, que vinham se esgotando poucos meses após o lançamento do plano, que acontece sempre ao final do mês de junho.

Também conta a favor do resultado a crescente conscientização dos agricultores sobre a importância do seguro para as lavouras e para a infraestrutura de suas propriedades. As seguidas perdas ocasionadas pelo fenômeno climático La Niña têm contribuído para a mudança do olhar dos tomadores de decisão nos negócios rurais em relação ao seguro, o que influiu diretamente no resultado comercial da seguradora.

Em relação ao seguro empresarial, que cresceu 15,7% em 2022, a Brasilseg lançou um novo produto na metade do ano, com pacotes modulares de coberturas e assistências, favorecendo a contratação de apólices sob medida e alterando positivamente a percepção de valor do produto, que pode ser utilizado corriqueiramente para a sustentação do negócio.

“Avançamos com o nosso conceito de “seguros para uso” no segmento empresarial, e o resultado foi imediato. Temos comunicado intensamente a utilidade do seguro para o funcionamento pleno e melhor provisionamento do caixa de empresas dos mais diferentes setores. E isso tem se provado na prática”, diz o presidente da Brasilseg.

O seguro prestamista cresceu 26,3% no consolidado de 2022 e 67,3% no quarto trimestre do ano em relação ao mesmo período de 2021. A boa performance do segmento foi impulsionada pelo aumento da penetração no desembolso de crédito consignado, pela expansão das vendas no estoque e a redução dos cancelamentos de apólices.

Transformando clientes em fãs
Em 2022, a Diretoria de Clientes prosseguiu com a meta estabelecida de “transformar clientes em fãs”. A estratégia se baseia em quatro pilares: Experiência do Cliente; Relacionamento com o Cliente; Digital e Analytics. O destaque no pilar de “Experiência do Cliente” foi o aumento de 11 p.p. no NPS Relacional, em relação ao ano anterior. Esse índice mede a satisfação dos clientes que possuem apólice ativa.

Já no NPS Transacional, que mede a satisfação dos clientes que tiveram alguma jornada de uso do seguro, o aumento foi de 8 p.p. em comparação a 2021. No eixo de “Relacionamento de Clientes”, a potencialização de ações de relacionamento com os clientes do seguro de Vida foi um aspecto importante para que a empresa conseguisse reduzir a taxa de cancelamento do produto em 16%. Em “Digital”, houve mais de 80 implantações nos canais digitais, fazendo com que a representatividade dos chamados digitais alcançasse 70% em dezembro, 18 p.p. superior ao que foi auferido no mesmo mês de 2021.

2023
Em 2023, a Brasilseg mantém sua visão de colocar o cliente no centro de todas as suas operações. A transformação digital continua a ser a principal prioridade da Companhia, que procura ligar todos os seus serviços aos canais digitais para garantir a satisfação e a excelência no atendimento. No que diz respeito aos produtos, a Brasilseg tem planos de expandir sua gama de opções e procurar oferecer benefícios e serviços que reflitam seu objetivo de cuidar das pessoas e de tudo que é importante para elas.

Artigos Relacionados