Clube da Pedrinha RS promove encontro e discute o futuro do Mercado de Seguros após as Enchentes

Na noite desta segunda-feira (08), o Clube da Pedrinha RS realizou mais um de seus encontros mensais. O evento aconteceu na Casa do Marquês, em Porto Alegre, e reuniu especialistas renomados da área de seguros: Nicolas Galvão, CEO da Delta Global; Edgar Neto, Gerente Sucursal da Porto; e Eduardo Cordova, Gerente Regional da Porto. A mediação foi realizada pela CEO do JRS, Júlia Senna.

Publicidade

Para iniciar a conversa, Eliane Freitas, presidente do Clube, mencionou sobre uma ação solidária em andamento para ajudar as vítimas das inundações. O Movimento SOS Chuvas RS, formado por várias entidades do setor de seguros, incluindo o Clube da Pedrinha, auxiliou 64 famílias impactadas pelas inundações. Cada família obteve uma contribuição inicial para atender demandas urgentes. Adicionalmente, foi conduzida uma pesquisa para determinar as prioridades de cada família, e recursos extras foram fornecidos conforme necessário.

Ainda sobre as enchentes, Nicolas Galvão compartilhou um relato impactante sobre a resposta da empresa. O executivo destacou a dificuldade de se manter inerte diante da tragédia, especialmente quando as primeiras informações começaram a surgir. “Não tem como a gente ficar parado. Acho que ninguém aqui conseguiu ficar acompanhando aquilo sem de alguma forma tentar apoiar e ajudar”, afirmou Galvão.

Com a matriz da operação em Porto Alegre, a Delta enfrentou um desafio significativo: “Para vocês terem ideia, a gente tem 320 pessoas em Porto Alegre, 160 foram afetadas e 60 perderam tudo, salvaram um microondas de casa.”

Publicidade

Edgar Neto complementou, destacando a força do setor de seguros em momentos de crise. “E o nosso mercado aqui, principalmente o mercado de seguros, deu uma demonstração muito forte de resiliência e de força. Mesmo as seguradoras tentando contabilizar o tamanho do problema que teriam, as primeiras cargas de doação que eu vi chegando em alguns abrigos eram de seguradoras. Então, para mim, aquilo ali me deu mais motivação ainda de ver a força do mercado que a gente faz hoje.”

Estados vizinhos ao nosso se mobilizaram e colaboraram com auxílio, Eduardo Cordova, natural de Santa Catarina, enfatizou que a primeira preocupação foram as pessoas, um exemplo dessa mobilização foi aderida pela Porto. “Fizemos questão de ligar para todos os colaboradores, todos os dias, para todos os corredores, independente se estavam em regiões atingidos ou não, até porque sabemos que teve muita gente que foi atingida indiretamente e a fizemos questão de ligar para os nossos prestadores, oficinas, centros automotivos, ou seja, todos que estão de certa forma conosco nessa trajetória, para perguntar como é que eles estavam e o que precisavam”, finalizou.

Esta reunião do Clube da Pedrinha RS serviu como um espaço para discutir as dificuldades enfrentadas pelo estado recentemente, e também para incentivar a solidariedade. O diálogo destacou a necessidade de colaboração e trabalho em equipe para superar desafios e criar um mercado segurador mais resistente no futuro.

Confira mais fotos do Encontro Mensal de Julho / Crédito: Filipe Tedesco, JRS

Artigos Relacionados

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *