Fides Rio 2023: mercado segurador da América Latina precisa dobrar de tamanho

Vice-presidente de Resseguros do IRB(Re), Daniel Castillo, chama a atenção para o potencial de desenvolvimento do setor e de seu papel diante das mudanças climáticas

“A América Latina precisa dobrar o tamanho de seu mercado segurador para cobrir seu gap de proteção da sociedade”. É o que afirmou o vice-presidente de Resseguros do IRB(Re), Daniel Castillo, ao abordar os impactos das mudanças climáticas no setor de seguros e resseguros durante o painel Insurance Global Trends, na tarde de ontem (25/09), na Fides Rio 2023.

Publicidade
Icatu Seguros no JRS

Castillo lembrou que as mudanças climáticas têm provocado a ocorrência de eventos catastróficos, mais frequentes e severos. No entanto, levantamentos do setor apontam que apenas uma parcela pequena das perdas catastróficas está segurada. Mesmo em países desenvolvidos, como EUA e Canadá.

“O ponto principal quando falamos em mudança climática é de conscientização da população e dos governos de que o mundo realmente está mudando. O gap de proteção, principalmente na parte catastrófica, é enorme. A mudança climática não é apenas problema de seguro e resseguro, é um problema de economia, da sociedade. Ao mesmo tempo, evidencia que existe um enorme potencial de desenvolvimento de novas proteções para nossa sociedade”, disse Castillo.

O vice-presidente de Resseguros do IRB(Re) ressaltou que o seguro tem um papel fundamental na proteção de empresas e indivíduos contra riscos financeiros associados a eventos climáticos extremos como furacões, inundações e incêndios florestais.

Publicidade
Icatu Seguros no JRS

“As seguradoras podem, por exemplo, oferecer políticas mais acessíveis a clientes que implementem medidas de redução de emissão de carbono, como a instalação de sistemas de energia renováveis ou práticas de construção sustentável. Considero que, associados a universidades e centros de pesquisa, temos um papel-chave na pesquisa climática e seus impactos”, afirmou Castillo.

Primeiro dos quatro painéis principais da Fides, o Insurance Global Trends tratou ainda do desenvolvimento de novos produtos e serviços para ampliar o consumo de seguros. Além de Daniel Castillo, participaram André Medici, diretor executivo da Universal Health Monitor; Clarisse Kopff, do CA da Munich Re; Isabelle Santenac, líder global de seguros da EY; Ivan Luiz Gontijo Jr., presidente do Grupo Bradesco Seguros; e Jeremy Goodman, presidente para soluções de resseguros da Aon.

Artigos Relacionados