Fundación MAPFRE seleciona projetos focados em longevidade

Inscrições para a 4ª edição dos Prêmios à Inovação Social terminam em 30 de novembro. Projetos ganhadores receberão aporte de € 30 mil cada

Encerram-se, em 30 de novembro, as inscrições para mais uma edição dos Prêmios Fundación MAPFRE à Inovação Social. Este ano, além das categorias “Prevenção e Mobilidade Segura e Sustentável” e “Melhora da Saúde e Tecnologia Digital”, a premiação traz uma nova categoria: “Ageingnomics – Economia do Envelhecimento”, que selecionará iniciativas inovadoras ligadas à longevidade.

Publicidade
Icatu Seguros no JRS

Podem se inscrever empreendedores, cientistas, pesquisadores, entre outros, que cumpram com os requisitos do prêmio e que tenham propostas com alta capacidade de transformação social. Para concorrerem ao aporte de € 30 mil, os interessados devem cadastrar seus projetos por meio do formulário disponível neste endereço.

A premiação envolve três grandes regiões: Brasil, demais países da América Latina e Europa. Na primeira fase, serão classificados três projetos de cada região. As semifinais locais, que acontecem em março, vão eleger os três projetos (um por categoria) que seguirão para a final, em maio de 2021.

Os semifinalistas terão a oportunidade de fazer parte de um plano de relações públicas para conseguir maior visibilidade junto a potenciais investidores, além de contar com apoio e orientação para apresentar e desenvolver suas propostas da forma mais eficiente possível, por meio de mentoring. Já os finalistas terão acompanhamento de coaching. Todas as propostas integrarão a Red Innova, uma comunidade privada de inovadores sociais criada pela Fundación MAPFRE.

Publicidade

Saiba mais sobre as categorias:

  • Economia do envelhecimento – Ageingnomics: envolve iniciativas para a faixa etária entre 55 e 75 anos, nos âmbitos descritos no fenômeno conhecido como Ageingnomics. Estão incluídas oportunidades em setores como saúde, lazer, mobilidade, educação, finanças, seguros, tecnologia e economia da terceira idade, entre outros.
  • Melhora da saúde e tecnologia digital (e-health): inclui projetos capazes de promover a cultura da saúde, que inovem na pesquisa, prevenção, tratamento ou cuidados dos problemas de saúde ou que ajudem a melhorar a prevenção, diagnóstico e tratamento da Covid-19, entre outros;
  • Prevenção e mobilidade segura e sustentável: focada em soluções para melhorar a segurança no transporte dos grupos mais vulneráveis (como idosos e ciclistas), que promovam sustentabilidade ambiental ligada à cidade (smartcity) por meio da mobilidade, que conectem o veículo com a segurança pública de uma forma inovadora e que promovam serviços ou produtos que reduzam o risco de lesão não intencionada;

Artigos Relacionados