Hilca Vaz é a nova diretora de Vida, Previdência e Capitalização da MAPFRE no Brasil

Com mais de 25 anos de experiência no mercado segurador, executiva tem a meta de consolidar a companhia como uma seguradora também especializada em Vida

A partir das diretrizes de seu planejamento estratégico, a MAPFRE definiu o segmento de Vida como um dos pilares de negócio para 2022. Para a alavancar a sua atuação no setor, a companhia passa a contar com uma nova executiva em sua direção no Brasil. Hilca Vaz chega à empresa com mais de 25 anos de experiência no mercado segurador como a nova diretora de Vida, Previdência e Capitalização.

Publicidade

A executiva atuou em grandes empresas do mercado e em posições de liderança no desenvolvimento, aprovação, comunicação e implementação de produtos, políticas de aceitação de riscos, fluxo operacional, serviços ao cliente, planejamento, controle de resultados, entre outros processos. Além do vasto know-how, Hilca possui formação em Administração de Empresas, pós-graduação em Gestão de Seguros e Previdência, e MBA em Gestão de Pessoas e Negócios pelo Ibmec.

Para a executiva, os mercados de seguros de Vida e a Previdência Privada estão em evidência e a MAPFRE tem total capacidade de consolidação no curto, médio e longo prazo. “Neste período que temos vivenciado há dois anos, a interpretação de risco, seguros e serviços nos gerou novas oportunidades no Brasil. Com isso, a MAPFRE se organizou para ter, principalmente, os produtos de Vida mais adequados e aderentes ao novo cotidiano da população”, comenta.

De acordo com Hilca Vaz, sua meta é consolidar a MAPFRE também como uma referência no segmento de Vida. “Temos uma área técnica com profissionais extremamente qualificados para atuar da melhor forma possível conforme a demanda atual do mercado”, afirma. “Já estamos trabalhando intensamente para que tanto os corretores quanto os consumidores reconheçam os valores agregados de nossos produtos, e que nossas plataformas de subscrição possam atender a todos de forma ainda mais ágil e eficiente”, complementa.

Publicidade

Artigos Relacionados