Nubank expande cobertura do seguro celular com proteção para transações digitais

Em fase de testes, proteção adicional é válida para transações feitas em casos de furto, roubo ou coerção

O Nubank, uma das maiores plataformas de serviços financeiros do mundo, anuncia nesta segunda-feira (28) a proteção adicional para transações digitais fraudulentas como parte do seguro de celular Nubank Celular Seguro. Ainda em fase de testes para uma pequena parcela da base de clientes, a cobertura protegerá as movimentações feitas por meio do celular na conta do Nubank, depois de furto do aparelho ou roubo ou sob uma ameaça (coerção).

Publicidade

A nova funcionalidade tem como objetivo promover mais tranquilidade aos clientes caso o aparelho seja roubado ou passem por uma situação de ameaça e sejam obrigados a fazer transações na conta Nubank. Com esta camada adicional de proteção, que nesse primeiro período de teste só p

oderá ser adquirida por clientes que ainda não têm o seguro contratado, os usuários terão o dinheiro de volta se forem identificadas transações Pix pela conta do Nubank, pagamentos com o cartão virtual e outras transferências não reconhecidas pelos titulares nessas situações. O seguro cobre as transações feitas nas primeiras 24 horas após o roubo ou até o bloqueio da conta/cartão.

A proteção digital será parte extra da cobertura do Nubank Celular Seguro, oferecido pela empresa em parceria com a com a Chubb, maior seguradora de propriedade e responsabilidade civil de capital aberto do mundo.

Publicidade
GBOEX no JRS

Com o objetivo de inovar na esfera de cibersegurança e resguardar a segurança digital de seus usuários, o Nubank pensou num recurso que dê respaldo e proteja seus clientes, como explica Burke Deutsch, líder da área de seguros do Nubank. “O prejuízo do cliente não se limita ao valor financeiro e do aparelho celular, inclui também e, sobretudo, o quê pode ser feito na sua conta e com os cartões virtuais disponíveis no aparelho. Pensamos numa solução que ampare os nossos clientes nestas ocasiões, em linha com a prioridade do Nubank de oferecer as melhores inovações tecnológicas e para cumprir com o compromisso de manter a segurança” diz, Burke.

No último mês, a companhia lançou também o Modo Rua, ferramenta inédita no país que permite ao cliente limitar um valor total e máximo para transações via Pix, TED ou boleto, quando estiver fora de casa – disponível ainda em fase de testes para uma parcela dos clientes.

Dica bônus: o Nubank oferece cartão virtual, assim como outras instituições financeiras, e recomenda como opção principal para pagamento de compras online. Em caso de transação suspeita ou dúvida sobre aquela compra, basta bloqueá-lo e solicitar a geração de um novo, garantindo a segurança do cartão físico. E o melhor de tudo: a cobrança de ambos, vem na mesma fatura.

Artigos Relacionados