Pier apoia Programadores do Amanhã com intuito de contratar profissionais de tecnologia

75% das turmas são formadas por mulheres

A Pier, primeira insurtech a virar seguradora no Brasil e referência no uso de tecnologia para desburocratizar a oferta de seguros, anunciou apoio ao projeto social Programadores do Amanhã, que tem o objetivo de qualificar, fortalecer e dar protagonismo a jovens negros e negras que desejam ingressar no mercado da tecnologia, de forma gratuita, sendo que 75% das turmas, são formadas pelo público feminino. A seguradora, por sua vez, visa contratar alunos formados no projeto e, inclusive, a primeira contratação de uma aluna do Programadores do Amanhã foi feita pela Pier.

Publicidade
Icatu Seguros no JRS

O programa é destinado a jovens negros da escola pública que estejam cursando o 2º ou 3º ano do ensino médio e oferece formação técnica que vai da teoria à prática de desenvolvimento web e apps. O projeto também conta com formação na língua inglesa, atendimento psicológico, além de mentorias com diversas participações em atividades que visam o desenvolvimento pessoal e profissional. O programa também fornece notebook e internet para que os alunos tenham acesso às ferramentas necessárias no decorrer do curso, que é realizado de forma online.

Com prazo final de inscrição em 26 de novembro, os jovens que desejarem entrar para a nova turma do Programadores do Amanhã deverão passar por um processo seletivo. São 50 vagas disponíveis para a primeira turma de 2022, com aulas iniciando no mês de janeiro e indo até dezembro. Todas acontecerão de forma remota, dando a chance para que pessoas de qualquer parte do Brasil possam se inscrever. A expectativa é que o projeto receba pelo menos 500 inscrições.

“Para a Pier faz sentido, enquanto uma empresa que demanda esse tipo de profissionais, apoiar a formação de jovens para o mercado de tecnologia. Com a alta demanda e a escassez de profissionais da área, o incentivo nos estudos e contratação destes alunos são fundamentais e vão ao encontro do nosso propósito. Além disso, o apoio à educação é mais do que uma responsabilidade social, é acreditar que o futuro começa agora”, afirma Juliana Lazzari, líder de talentos e aquisições da Pier.

Publicidade

A Pier contratou uma aluna que fez parte da primeira turma formada pelo projeto. Ela tem 19 anos, mora na cidade de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, e hoje ocupa a posição de Engenharia de Software na empresa. Para a próxima turma, a seguradora custeou por completo o estudo de mais 5 alunos e visa empregar outros profissionais formados pela organização.

“Ter empresas referências em tecnologia e inovação como a Pier como apoiadoras do Programadores do Amanhã mostra a importância da diversidade nos ambientes de criação de produtos disruptivos. Além disso, mostra a importância de criarmos pontes para que jovens talentos possam ocupar essas posições. A Pier entende e valoriza a nossa missão e juntos vamos impactar a vida de muitos jovens espalhados pelo Brasil”, comenta Cleber Guedes, idealizador do programa.

A seguradora nasceu de forma digital e encontra alguns desafios quando o assunto é contratar profissionais de tecnologia, devido à concorrência com o mercado exterior, além de cada vez mais startups demandando dessa especialização profissional.

“Sabemos as dificuldades que muitos jovens enfrentam para conseguir se especializar e ingressar no mercado profissional, então por que não ajudar nesta formação? Enxergamos na Programadores do Amanhã a possibilidade de resolver duas grandes questões: acesso à formação de jovens da periferia e capacitação de talentos para o mercado de trabalho Tech”, finaliza Juliana.

Artigos Relacionados