Porto Seguro renegocia R$ 50 milhões em aluguéis entre abril e outubro

Medida beneficiou mais de 24 mil inquilinos de imóveis residenciais e comerciais em todo o país

A perda e a redução de renda ocasionadas pela pandemia fizeram com que muitos inquilinos optassem por renegociar valor dos aluguéis. Entre abril e outubro deste ano, a Porto Seguro renegociou, através do seguro fiança, mais de R$ 50 milhões em aluguéis de imóveis residenciais e comerciais, beneficiando mais de 24,3 mil inquilinos em todo o Brasil. O número é 938% superior ao registrado nos mesmos meses de 2019, quando a companhia auxiliou pouco mais de 2,3 mil clientes.

Publicidade
Chubb no JRS

“O aluguel é um dos itens que mais pesa no bolso dos consumidores e vejo que o acordo entre os envolvidos na locação (inquilinos, proprietários e imobiliárias) é a melhor alternativa neste momento em que o orçamento familiar está sendo diretamente impactado”, diz Nelson Aguiar, superintendente de Riscos Financeiros e Capitalização da Porto Seguro.

Parcelamento dos aluguéis em atraso ou a vencer

As imobiliárias e proprietários de imóveis podem oferecer aos inquilinos que realizaram a locação com a garantia do Porto Seguro Aluguel a possibilidade de pagarem os aluguéis em atraso ou a vencer e encargos da locação em até 10 vezes no cartão de crédito. As possibilidades do aluguel parcelado são válidas desde que o inquilino não tenha sinistros abertos.

Artigos Relacionados