É possível usar o FGTS para contratar um consórcio de imóvel?

A resposta é sim! Saiba como; O Head da Porto Seguro MG explica

Quando chega determinada fase da vida, muitos mineiros sonham ou já começam a projetar a conquista da casa própria. Uma das formas para viabilizar a aquisição de um imóvel pode ser o consórcio, alternativa que tem se tornado uma carta na manga. “Os clientes têm optado ultimamente pelo saldo do FGTS, como uma escolha para a complementação de crédito e pagamento de lance, desde que o uso seja cumprido mediante as normas de curadoria da Caixa Econômica Federal”, conforme explica Wesley Andrade, Head da Porto Seguro em Minas Gerais.

Publicidade

Para que seja possível a utilização do saldo disponível, o imóvel em aquisição deve ser registrado no cartório competente com o nome do trabalhador, além de ser uma construção residencial, e que o seu valor máximo de avaliação não ultrapasse o limite estabelecido para as operações do Sistema Financeiro da Habilitação (SFH), de acordo com a Resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) de portaria 4.537, de 24 de novembro de 2016. Em Minas Gerais, o valor máximo permitido é de R$ 900 mil.

Mas na prática, como funciona um consórcio de imóveis?

Wesley Andrade explica que na Porto Seguro, para participar dos consórcios realizados pela marca, o interessado deve participar de um grupo de pessoas que contribuem mensalmente e concorrem por mês ao sorteio e ao lance de um bem em comum. Para participar, o interessado por optar em participar de um grupo já existente no qual as rodadas já foram iniciadas, ou de um grupo que esteja em formação para ser iniciado.

Nos grupos e de forma online, o Porto Seguro Consórcio realiza as assembleias onde são apresentados os resultados dos sorteios e lances. São por meio destes sorteios que ocorrem as contemplações. “Para ser contemplado, o estar em dia com as parcelas. Já os sorteios ocorrem pela extração da Loteria Federal, tendo os consorciados a mesma chance de ganhar. Assim, como também é possível obter uma maior chance de contemplação para quem desejar realizar um lance de oferta”, enfatiza Wesley.

Publicidade
Icatu Seguros no JRS

Para facilitar e manter os clientes atualizados, a Porto Seguro criou a Área do Cliente no site da Porto Seguro e também o App do Consórcio Porto, disponível na Play Store e Apple Store, que têm o objetivo de ser um canal exclusivo para que cada um possa atualizar os seus dados, emitir segunda via de boletos, acompanhar o andamento do grupo participante, realizar simulações, efetuar lances, além de obter informações completas sobre a cota adquirida.

Na prática, também é possível que o cliente utilize o seu saldo do FGTS como uma forma de complementar o valor da carta de crédito. Por exemplo, se a carta de crédito for no valor de R$ 220 mil e o imóvel em questão tem o custo de R$ 255 mil, o cliente pode utilizar o saldo o FGTS para contemplar o valor do crédito, que nesta situação é de R$ 35 mil.

Na Porto Seguro Consórcio é possível também abater ou amortizar uma parte do saldo devedor, ou até mesmo para liquidação de toda a dívida existente. Neste caso, o cliente consorciado que tenha um saldo devedor de R$ 110 mil e R$ 45 mil disponíveis em sua conta do FGTS, ele pode utilizar essa quantia para abater a dívida. Desta forma, o saldo devedor será regredido para R$ 65 mil.

Com o Porto Seguro Consórcio, os consorciados podem quitar as parcelas sem juros e ainda ganhar um ano de assinatura com vários benefícios de serviços residenciais. Já a contemplação é válida para imóveis em construção, reforma, compra de terreno ou imóvel por meio de créditos de até R$ 900 mil e até 200 meses para pagamento com opções de parcelas reduzidas.

Para obter mais informações, entre em contato com a Porto Seguro Minas Gerais: (31) 3247-8500 ou por meio dos corretores parceiros espalhados por todas as regiões do estado.

Artigos Relacionados