Grupo AXA atinge € 100 bilhões em receitas totais em 2021 e lucro avança 9%

Crescimento foi de 6% em relação a 2020

O Grupo AXA, um dos maiores conglomerados de seguros do mundo, divulgou nesta quinta (24), em Paris, seus números de 2021. A receita líquida atingiu € 100 bilhões, crescimento de 6% em relação a 2020, e o lucro foi de € 6,8 bilhões, alta de 9%, em relação ao mesmo período. A solvência atingiu patamar de 217%, 17 pontos percentuais a mais que no ano anterior.

Publicidade
Europ Assistance Brasil

A empresa registrou crescimento em todas as linhas de negócio, com especial destaque para o crescimento das linhas de Vida e Previdência e Gestão de Ativos, respectivamente, 9% e 20%. O volume de sinistros pagos atingiu o patamar de € 50 bilhões e foram pagos € 3,4 bilhões de dividendos para cerca de 300 mil acionistas.

“Estou orgulhoso do desempenho do Grupo em 2021 e durante a crise do Covid-19, refletindo a relevância de nossa estratégia, o forte engajamento dos nossos colaboradores, agentes e parceiros e a confiança contínua de nossos clientes”, afirma Thomas Buberl, CEO do Grupo AXA.

“Os números de 2021 são uma grande demonstração da solidez financeira do Grupo. O resultado é a somatória do trabalho de colaboradores, corretores e parceiros em mais de 50 países e é muito estimulante saber que o Brasil é uma das rotas de crescimento que estão na agenda do Grupo. Isso nos dá força para ir além, seguir investindo, superando os desafios”, comenta Erika Medici, CEO da AXA no Brasil.

Artigos Relacionados