Essor e ASAS firmam parceria nos segmentos Aeronáutico e Riscos Diversos

Empresas preveem diferenciação e especialização nestes segmentos

A Essor Seguros está pronta para entrar em dois novos segmentos: o de seguros aeronáuticos e o de seguros para equipamentos diversos.  Trazendo ao mercado uma série de novos produtos, a companhia une a sua expertise internacional em linhas de negócios especiais ao conhecimento técnico e diferenciado da ASAS nessas áreas, que já atua neste mercado há vários anos.

Publicidade
Europ Assistance Brasil

“Buscamos negócios ou parceiros distintos com capacidade técnica em cada segmento e obstinadamente a procura de entender e trazer soluções nas atividades que pretendemos atuar. Nos orgulha em iniciarmos a operação com a ASAS nos segmentos aqui citados”, afirma Fabio Pinho, Diretor-Presidente da Essor Seguros.

No ramo Aeronáutico, as parceiras lançam 3 produtos: o seguro Casco, que garante proteção contra danos à aeronaves; o seguro RETA (Responsabilidade do Explorador e/ou Transportador Aéreo) e o seguro de Responsabilidade Civil Hangar, voltado à empresa administradora do hangar em caso de ser responsabilizada civilmente por algum dano.

“Incluindo todas as suas modalidades, esse mercado apresentou, em 2018, R$ 352 milhões em volume de prêmios emitidos. Entendemos que o ramo irá evoluir nos próximos anos, acompanhando o crescimento econômico”, afirma o CEO da ASAS, Marcelo Assumpção. Ele destaca que o país tem uma das maiores frotas do mundo, com cerca de 22 mil aeronaves registradas, sendo sua ampla maioria utilizada na aviação privada.  “A ASAS já opera nestes segmentos e visa trabalhar ao lado do corretor de seguros com soluções diferenciadas e sob medida, tendo um preço justo, equilibrado e ampla gama de coberturas”, complementa o executivo da ASAS.

Publicidade

“Temos inclusive uma grande expertise na aviação geral, onde podemos destacar nosso amplo conhecimento na subscrição de aeronaves antigas, experimentais e drones”, vislumbra também. O executivo, em conjunto com Leandro Poli, CUO da Essor, complementa: “cabe ainda ressaltar a importância social e econômica do seguro RETA, um seguro obrigatório que dá proteção a passageiros, tripulantes e pessoas em solo, entre outros”.

Já no segundo segmento que atuarão, denominado de Riscos Diversos, a seguradora oferece cobertura para danos como incêndio, roubo e acidente a vários tipos de equipamentos, como os utilizados para construção, por médicos, hospitais e ainda os especiais utilizados na linha agrícola, como colheitadeiras acima de 5 anos e de alto valor.

Especializada na subscrição de determinadas linhas de negócios, a ASAS já trabalha junto à Essor no segmento de seguros de Propriedades e, agora, compartilha sua ampla experiência e seus canais de distribuição nesta nova empreitada. O potencial é grande: “no primeiro ano de operação, estimamos alcançar R$ 40 milhões em prêmios emitidos”, prevê o executivo.

Artigos Relacionados