Unimed-Rio registra aumento de 120% nos atendimentos para sintomas respiratórios em emergências

Juntas, as quatro emergências da operadora registraram mais de 9.400 atendimentos do tipo nas duas primeiras semanas de 2022

As duas primeiras semanas de 2022 foram marcadas por intenso fluxo de pacientes com sintomas respiratórios nos serviços de saúde do Rio de Janeiro. Nas unidades de Pronto Atendimento próprias da Unimed-Rio, localizadas na Barra da Tijuca (duas), Copacabana e Méier, a média de atendimentos diários cresceu 120% em comparação com novembro do ano passado. Com relação a dezembro de 2021, quando a curva começou a apresentar forte tendência de crescimento, o aumento nos atendimentos desse serviço foi de 36% nesta primeira metade de janeiro.

Publicidade

As quatro emergências da operadora registraram, juntas, mais de 9.400 atendimentos a pacientes com sintomas respiratórios nos primeiros 14 dias do ano, o que responde por mais de 70% do total de casos atendidos nesses locais. Somente no Pronto Atendimento Barra da Tijuca, a maior emergência da rede, 4.994 atendimentos foram realizados no período, sendo 3.567 deles a pacientes com sintomas respiratórios.

“Temos sofrido o impacto de mais uma onda de Covid-19 provocada pelas festas de final de ano, além do recente surto de Influenza e do aumento de casos de outras doenças respiratórias, estas últimas, especificamente em crianças”, afirma a diretora dos Prontos Atendimentos da Unimed-Rio, Denise Altomar.

De olho neste intenso aumento da frequência em suas unidades, a Unimed-Rio lançou o Pronto Atendimento Virtual, um serviço exclusivo para clientes da operadora, com atendimento 24 horas, todos os dias da semana, nos serviços de Clínica Médica e Pediatria, sem a necessidade de agendamento.

Publicidade
Delta

Artigos Relacionados