DMCard visa manter crescimento acelerado em 2022 após aporte de R$ 100 milhões da Vinci Partners

Empresa de produtos financeiros voltados à concessão de crédito planeja manter ritmo, em 2022, batendo novos recordes como a marca de R$ 690 milhões em faturamento e R$ 5 bilhões em volume de vendas nos cartões de crédito

No início deste ano, a DMCard recebeu um aporte de R$ 100 milhões da Vinci Partners, que se tornou sócia minoritária da empresa de produtos financeiros voltados à concessão de crédito. Essa movimentação aconteceu enquanto a companhia celebrava quebra de recordes em seus resultados financeiros.

Publicidade

Em 2021, a carteira de crédito encerrou o ano em R$ 809 milhões, um crescimento de 61% que representa a maior variação positiva em 19 anos de vida. Além disso, a movimentação em pagamentos nos cartões de crédito bateu pela primeira vez a marca de R$ 4 bilhões em compras, um aumento de 37%.

“A injeção de capital nos apoiará em várias frentes, não apenas como alavanca de crescimento, mas também para nos tornarmos uma empresa cada vez mais tecnológica e inovadora. Todas as instituições investidas pela Vinci têm histórico de uma jornada em tecnologia. Veja que, aqui, há cerca de quatro anos nosso TI contava com 12 profissionais. Ao final de 2021, eram 90 profissionais, entre eles desenvolvedores e cientistas de dados que atuam em nosso laboratório próprio que, daqui para frente, deve crescer ainda mais”, conta Tharik Moura, CFO da DMCard.

Expansão continua em 2022

Agora, a DMCard encerra o primeiro trimestre do ano fazendo suas previsões para 2022, ano em que deve aumentar seu faturamento em 27%, chegando a R$ 700 milhões.

Publicidade
Gente Seguradora no JRS

Ainda em 2022, a previsão é que o número de clientes ativos aumentará 25%, chegando a 1,4 milhão de consumidores com acesso a alguma ferramenta de crédito da DMCard, que está expandindo seu portfólio de soluções financeiras.

“Este ano, a participação do cartão de crédito DMCard Mastercard, a conta digital DMConta e as linhas de empréstimo pessoal deve ser muito maior, conquistando cada vez mais e de forma ampliada o nosso espaço nesse setor e na vida financeira do nosso público consumidor”, revela Moura.

O volume movimentado em todos os produtos DMCard também deve bater novo recorde, chegando a R$ 5 bilhões, o que representa um aumento de 25%, em comparação com 2021.

Desenvolvendo novidades e aperfeiçoando o que já é sucesso

Além da criação de novos produtos e funcionalidades que atendem de forma mais eficiente as necessidades do consumidor, nossos cientistas e desenvolvedores também trabalham num aperfeiçoamento contínuo do que já existe e pode melhorar nosso relacionamento e a experiência do cliente.

Por exemplo, a DMCard acaba de fundir todos os seus produtos em um aplicativo único, muito mais prático, funcional e intuitivo. Outro exemplo é a inteligência artificial nos motores de crédito e cobrança que estão cada vez mais eficientes.

Em janeiro deste ano, foi realizado com sucesso o primeiro pagamento com reconhecimento facial de um cartão de marca própria da DMCard. A loja que deu início aos testes da nova tecnologia foi o Supermercado do Frade, que fica em Ilhabela, no Litoral Norte de São Paulo. Após os bons resultados em um ambiente controlado, a tecnologia que foi desenvolvida pela fintech Payface já está à disposição a todos os varejistas parceiros da empresa de serviços financeiros voltados para a concessão de crédito.

Recentemente, também em parceria com uma startup especializada, a DMCard desenvolveu um sistema de e-commerce que aceita o cartão de loja como forma de pagamento. Antes, isso era possível apenas com cartões bandeirados. Uma evolução muito importante, não apenas para os resultados do supermercadista como também para o consumidor de baixa renda que, muitas vezes, tem o private label como única opção de acesso ao crédito.

“2022 será um ano muito especial para a DMCard, uma empresa em crescimento cada vez mais sólida, humanizada, sustentável, segura e rentável para investidores”, finaliza o CFO.

Artigos Relacionados